OLHARES SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES TECIDOS NA PESQUISA-INTERVENÇÃO

Autores

  • Eduardo Antonio De Pontes Costa Universidade Federal da Paraíba
  • Stefanie Esteves Salgueiro Formação em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2015v7n13p27

Palavras-chave:

formação docente, subjetivação, diário de campo

Resumo

Esta pesquisa procurou focalizar a formação inicial e continuada de professores buscando colocar em análise as políticas de formação para o magistério e os efeitos produzidos nos diferentes saberes-fazeres dos professores em uma escola pública do município de João Pessoa. Tecida nos encontros que produzem novas interrogações, tensionar a formação é experimentar e pôr em análise um ‘para quê’ da educação que indique para questões sobre os diferentes modos de vida produzidos, e que se naturalizam. Ao buscar produzir análises sobre como somos operados por processos de identificação, a orientação teórico-metodológica apoia-se nos conceitos de implicação, de pesquisa-intervenção e de diário de campo, propostos por René Lourau (1993), e no de subjetivação,  em Michel Foucault (1994). 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Antonio De Pontes Costa, Universidade Federal da Paraíba

Psicólogo. Mestrado em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz (1999). Doutorado em Educação pela Universidade Federal Fluminense (2007). Professor Adjunto do Departamento de Metodologia da Educação do Centro de Educação/UFPB. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Psicologia Educacional, Formação e Infância - Estudos sobre Classes Populares e Educação Básica.

Stefanie Esteves Salgueiro, Formação em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba

Formação em Psicologia pela Universidade Federal da Paraíba

Downloads

Publicado

2015-07-01

Como Citar

DE PONTES COSTA, Eduardo Antonio; SALGUEIRO, Stefanie Esteves. OLHARES SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES TECIDOS NA PESQUISA-INTERVENÇÃO. Debates em Educação, [S. l.], v. 7, n. 13, p. 27, 2015. DOI: 10.28998/2175-6600.2015v7n13p27. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/1119. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.