A IMPOSSIBILIDADE DE EMUDECER O GESTO E SILENCIAR O CORPO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS

Autores

  • Jalmiris Regina Simão FFP/UERJ
  • Inês Barbosa de Oliveira UERJ

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2014v6n11p01

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Educação formalista, Linguagem corporal.

Resumo

Esta pesquisa em andamento busca compreender os processos de tessitura do conhecimento nos/dos/com os cotidianos da Educação de Jovens e Adultos - EJA, um lócus rico de experiências e entendido como espaço de criação curricular por meio da investigação de práticas  educativas de corporeidade e dança, sem a dicotomia corpo-mente, que favorecem a saída das carteiras escolares, onde os indivíduos são “encerrados” de modo prejudicial à experimentação de ações que propiciem sua formação ampla e a emancipação social. Pretendemos encontrar nessas experiências elementos de superação dos traços de uma educação formalista, oferecida como compensatória, onde se elegem conteúdos a serem desenvolvidos nos quais a linguagem corporal dos sujeitos é emudecida, numa cultura de repressão ao movimento e tentativa de adestramento das emoções. Nesse texto apresentamos os elementos teóricos que vêm nos servindo de base para a pesquisa e a leitura das experiências observadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

SIMÃO, Jalmiris Regina; OLIVEIRA, Inês Barbosa de. A IMPOSSIBILIDADE DE EMUDECER O GESTO E SILENCIAR O CORPO NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS. Debates em Educação, [S. l.], v. 6, n. 11, p. 01, 2014. DOI: 10.28998/2175-6600.2014v6n11p01. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/1327. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.