Formação continuada de professores

uma análise das ações formativas destinadas a implementação da BNCC e do novo currículo do Acre

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14978

Palavras-chave:

BNCC, Currículo de Referência Único do Acre, Formação Continuada.

Resumo

O presente artigo se propõe analisar as ações de formação continuada, para a implementação da BNCC e do novo Currículo do Acre. Em termos metodológicos, trata-se de uma pesquisa qualitativa, de cunho descritivo exploratório, para a coleta dos dados foram realizados estudos nos documentos legais e nos relatórios da SEE/AC. Como resultados, foi possível perceber que as formações ofertadas seguiram os direcionamentos do MEC, que se baseiam em pressupostos de uma educação voltada a uma racionalidade instrumental. Conclui-se que, essas formações vêm operando na restrição da autonomia dos professores e os aproximando de aplicadores de conteúdo, além de ignorar as condições concretas da prática docente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Elisangela Martins da Silva Mendonça, Universidade Federal do Acre

Mestre em Educação, pela Universidade Federal do Acre, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu de Mestrado em Educação Professora da Secretaria de Estado de Educação do Acre.

Referências

ACRE, Resolução CEE/AC nº 264 de 22 de dezembro de 2018. Dispõe sobre o Currículo de Referência Único do Estado do Acre. Diário Oficial do Estado Acre, nº 12.548, p.9, Acre. 2019.

ANFOPE. Documento final do XX encontro nacional da ANFOPE 1 a 5 de fevereiro de 2021: política de formação e valorização dos profissionais da educação resistências propositivas à BNC da Formação inicial e continuada. Porto Alegre: ANFOPE, 2021. Disponível em: http://www.anfope.org.br/wp-content/uploads/2021/04/20%E2%81%B0-ENANFOPE-%E2%80%93-Documento-Final-2021. pdf. Acesso em: 31 maio 2022.

ANPED. Posição da ANPED sobre o texto referência Diretrizes Curriculares Nacionais e Base Nacional Comum Curricular para a formação inicial e continuada de professores da Educação Básica. Rio de Janeiro: ANPED, 2019. Disponívelem: https://www.anped.org.br/sites/default/files/images/posicao_da_anped_sobre_o_texto_referencia_-_diretrizes_curriculares_nacionais_e_base_nacional_comum_para_a_formacao_inicial_e_continuada_de_professores_da_educ.pdf. Acesso em: 31 maio 2022.

CONTRERAS, J. Autonomia de professores. Trad. Sandra Trabuco Valenzuela. São Paulo: Cortez, 2002.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Básica. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF, 2017.

DINIZ-PEREIRA, J. E. Da racionalidade técnica à racionalidade crítica: formação docente e transformação social. Perspectivas em Diálogo: revista de educação e sociedade, Naviraí, v. 1, n. 1, p. 34-42, jan./jun. 2014.

FREIRE, P. Educação e mudanças. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2014.

GARCIA, C. M. Formação de professores para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.

GIROUX, H. Os professores como intelectuais –Rumo a uma pedagogia crítica da Aprendizagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

IMBERNÓN, F. Formação permanente do professorado: Novas tendências. 1ª ed. São Paulo, Ed. Cortez, 2016.

IMBERNÓN, F. A Formação Continuada de professores. Trad. Juliana dos Santos Padilha. Porto Alegre:Artmed,2010.

MAGALHÃES, S. M. O. Formação continuada de professores: uma análise epistemológica das concepções postas no Plano Nacional da Educação (PNE 2014-2024) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC 2015). Revista Linhas, Florianópolis, v. 20, n. 43, mai./ ago. 2019, p. 184-204.

MARIN, A. J. Textos de Alda Junqueira Marin, 1. ed. - Araraquara [SP]: Junqueira & Marin, 2019.

MINAYO, M. C. S. O desafio do conhecimento. São Paulo: Hucitec, Abrasco, 1995.

SCHON, D. The reflective practitioner: how professionals thinking action. New York: Basic Books, 1983.

ZANARDI, T. A. C. Contextualização e enquadramento: De que conhecimento estamos falando? Anped. Goiânia, 2018.

ZEICHNER, K. M. Uma análise crítica sobre a “reflexão” como conceito estruturante na formação docente. Educação e Sociedade, Campinas, v. 29, n. 103, p. 535-554, maio/ago. 2008.

Downloads

Publicado

2023-05-10

Como Citar

SANTOS, Adriana Ramos dos; MENDONÇA, Maria Elisangela Martins da Silva. Formação continuada de professores: uma análise das ações formativas destinadas a implementação da BNCC e do novo currículo do Acre. Debates em Educação, [S. l.], v. 15, n. 37, p. e14978, 2023. DOI: 10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14978. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/14978. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Formação Docente: Políticas e Práticas sob a perspectiva Human

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.