QUAIS AS CRIANÇAS DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR? UM OLHAR PARA AS “CULTURAS” SEM DIVERSIDADE CULTURAL

Autores

  • Marcia Lucia Anacleto de Souza GEPEDISC/Faculdade de Educação/UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2016v8n16p136

Palavras-chave:

Educação Infantil, Relações Étnico-Raciais, Currículo

Resumo

O artigo analisa a perspectiva cultural presente na proposta da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), no que se refere à Educação Infantil, considerando a abordagem da diversidade na perspectiva da educação para as relações étnico-raciais (Resolução CNE/CP nº. 1/2004) e da interculturalidade. Indagando quais as crianças presentes na BNCC, aborda-se como têm sido inseridas no documento a pluralidade das infâncias. Diante da realidade educacional brasileira, que reproduz práticas e discursos monoculturais e eurocêntricos, o modo pelo qual as temáticas relativas à diversidade estão sendo colocadas aponta para retrocessos nas conquistas em torno de currículos que construam a educação intercultural e o combate à desigualdade racial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Lucia Anacleto de Souza, GEPEDISC/Faculdade de Educação/UNICAMP

Doutora pela Faculdade de Educação da UNICAMP, vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas em Diversidade Sócio-Cultural e na Linha Culturas Infantis, do Departamento de Ciências Sociais e Educação. Pesquisadora dos temas: quilombos, crianças quilombolas, educação quilombola, infância, relações étnico-raciais, identidade negra.

Downloads

Publicado

2016-12-29

Como Citar

SOUZA, Marcia Lucia Anacleto de. QUAIS AS CRIANÇAS DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR? UM OLHAR PARA AS “CULTURAS” SEM DIVERSIDADE CULTURAL. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 136, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p136. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2570. Acesso em: 1 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.