Apresentação - Dossiê "Educação infantil e currículos: cultura, docência e formação em debate" (primeira parte)

Educação infantil e currículos: desafios, problematizações e propostas no tempo presente

Autores

  • Cleriston Izidro dos Anjos Universidade Federal de Alagoas (CEDU/UFAL/Brasil)
  • Rodrigo Saballa de Carvalho Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEdu/UFRGS)

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33pi-xv

Palavras-chave:

Apresentação, Educação Infantil, Currículos

Resumo

O dossiê intitulado “Educação Infantil e Currículo(s): cultura(s), docência e formação em debate – primeira parte - tem como objetivo contribuir com o debate sobre currículos na educação das infâncias de 0 a 5 anos e 11 meses de idade, reunindo pesquisas, reflexões, preocupações e questionamentos de pesquisadores e pesquisadoras, implicados com a discussão em pauta. A primeira parte, intitulada “Educação Infantil e currículo(s): desafios, problematizações e propostas no tempo presente” é um convite para que as reflexões, problematizações e proposições compartilhadas nos artigos do dossiê, possam funcionar como promotoras do exercício do pensamento docente e de subsídio para construção de modos mais acolhedores, inclusivos e democráticos de construção do(s) currículo(s) da Educação Infantil brasileira. Foi organizado pelo Prof. Dr. Cleriston Izidro dos Anjos (UFAL) e pelo Prof. Dr. Rodrigo Saballa de Carvalho (UFRGS).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleriston Izidro dos Anjos, Universidade Federal de Alagoas (CEDU/UFAL/Brasil)

Professor Adjunto do Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas (CEDU/UFAL/Brasil), atuando na Graduação em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação. Membro do Corpo Docente do Mestrado em Educação Pré-Escolar do Instituto Superior de Ciências da Educação do Cuanza Sul (Angola). Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (2004), Mestrado em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (2008), Doutorado em Educação pelo Centro de Educação da Universidade Federal de Alagoas (2015) e Pós-doutorado em Educação pela Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). Tem experiência na área de Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: Educação Infantil, Formação de Professores, Linguagens Expressivas e Culturas das Infâncias. Coordenador do GEPPECI - Grupo de Estudos e Pesquisas em Pedagogias e Culturas Infantis (CNPq/CEDU/UFAL) e Membro Colaborador Doutorado do Centro de Investigação em Estudos da Criança da Universidade do Minho (CIEC/UMinho/Portugal) no grupo "Contextos, quotidianos e bem estar da criança". Participa de diversas publicações, dentre as quais: “Crianças, educação e o direito à cidade: pesquisas e práticas” (GOBBI; ANJOS; LEITE, 2021). Lattes: http://lattes.cnpq.br/7481303031221773. Orcid: https://orcid.org/0000-0003-1040-4909. Contato: cianjos@yahoo.com.br.

Rodrigo Saballa de Carvalho, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEdu/UFRGS)

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGEdu/UFRGS) na linha de pesquisa: Estudos das Infâncias. Professor da área de Educação Infantil do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FACED/UFRGS), no Departamento de Estudos Especializados (DEE). Licenciado em Pedagogia, Especialista em Gestão da Educação (UFRGS), Mestre em Educação (UFRGS -2005), Doutor em Educação (UFRGS -2011) e Pós-Doutor em Educação (UFPEL -2014). Realizou a pesquisa de pós-doutorado intitulada: Inventando crianças no século XXI: políticas de escolarização, capital humano e gestão de riscos nos discursos de analistas econômicos sobre a Educação Infantil (PPGE- UFPEL). Áreas de Interesse de pesquisa: Educação Infantil; Pedagogia da Infância; Linguagens; Culturas Infantis; Currículo e Cotidiano na Educação Infantil; Pesquisa com crianças; Docência na Educação Infantil; Políticas Curriculares de Educação Infantil; Formação de Professores de Educação Infantil. Membro do NDE do Curso de Pedagogia, da COMPÓS - Comissão de Pós-Graduação e da COMPESQ - Comissão de Pesquisa da FACED/UFRGS. Participante do GEIN - Grupo de Estudos da Infância (UFRGS) e do Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Docências, Pedagogias e Diferenças (GIPEDI) - UNISINOS. Líder do Grupo de Pesquisas CLIQUE - Grupo de Pesquisas em Linguagens, currículo e cotidiano de bebês e crianças pequenas -UFRGS. Participa de diversas publicações, dentre as quais: “Arte Contemporânea e docência com crianças: inventários educativos” (CUNHA; CARVALHO, 2021). Lattes: http://lattes.cnpq.br/9450619789833040. Orcid: https://orcid.org/0000-0002-8899-0998. Contato: rsaballa@terra.com.br.

Referências

ABRAMOWICZ, Anete; CRUZ, Ana Cristina J., MORUZZI, Andrea Braga. Alguns apontamentos: a quem interessa a Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil? Debates em Educação, Maceió, v. 8, n. 16, p. 46, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p46. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2385. Acesso em: 18 dez. 2021.

ANJOS, Cleriston Izidro dos; FRANCISCO, Deise Juliana. Educação Infantil e Tecnologias Digitais: reflexões em tempos de pandemia. Zero-a-Seis, Florianópolis, v. 23, n. Especial, p. 125-146, jan./jan., 2021. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2021.e79007. Acesso em: 19/12/2021.

ANJOS, Cleriston Izidro dos; PEREIRA, Fábio Hoffmann. Educação infantil em tempos de pandemia: outros desafios para os direitos, as políticas e as pedagogias das infâncias. Zero-a-Seis, Florianópolis, v. 23, n. Especial, p. 3-20, jan./jan., 2021. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2021.e79179. Acesso em: 19/12/2021.

ANJOS, Cleriston Izidro dos; SANTOS, Solange Estanislau dos. As crianças pequenas precisam de uma Base Nacional Comum Curricular? À guisa de apresentação. Debates em Educação, Maceió, v. 8, n. 16, p. i, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16pi. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2830. Acesso em: 18 dez. 2021.

AQUINO, Ligia Maria Motta Lima Leão de; MENEZES, Flávia Maria de. Base Nacional Comum Curricular: tramas e enredos da infância brasileira. Debates em Educação, Maceió v. 8, n. 16, p. 30, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p30. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2409. Acesso em: 18 dez. 2021.

BARBOSA, Ivone; SILVEIRA, Telma; SOARES, Marcos. Educação Infantil e currículo: o entusiasmo da cultura e a alegria da criança na superação de uma educação homogeneizadora. Debates em Educação, Maceió, v; 13, n. 33, p. 74-93, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p74-93 . Acesso em: 18 dez. 2021.

BARBOSA, Maria Carmen Silveira Barbosa, CRUZ, Silvia Helena Vieira, FOCHI, Paulo Sergio; OLIVEIRA, Zilma de Moraes Ramos de. O que é básico na Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil? Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 11, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p11. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2492. Acesso em: 18 dez. 2021.

BOTH, Ilaine Inês; BISSOLI, Michelle de Freitas; MORAES, Aline de Andrade Barroso. A participação das crianças na elaboração e na efetivação dos currículos na Educação Infantil: uma condição fundamental para promover o processo de humanização. Debates em Educação, Maceió, v, 13, n. 33, p.195-218, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p195-218 . Acesso em: 18 dez. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2017

BUSS-SIMÃO, Márcia. Experiência sensoriais, expressivas, corporais e de movimento nos campos de experiências da Base Nacional Comum Curricular para a Educação Infantil. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 184, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p184. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2405. Acesso em: 18 dez. 2021.

CAMPOS, Rafaely Karolynne do Nascimento; RAMOS, Tacyana Karla Gomes. Entre limites e possibilidades: participação de crianças na prática pedagógica e intencionalidade docente. Debates em Educação, Maceió, v. 12, n. 33, p. 219-239, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p219-239 . Acesso em: 18 dez. 2021.

CAMPOS, Túlio; CARVALHO, Levindo Diniz; BAPTISTA, Mônica Correia. Educação Infantil, currículo e cidade: crianças em espaços culturais de Belo Horizonte. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 355-376, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p355-376 . Acesso em: 18 dez. 2021.

CARDONA, Maria João Cardona. Um referencial curricular para as crianças dos 3 aos 6 anos. A realidade portuguesa. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 113-128, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p113-128 . Acesso em: 18 dez. 2021.

CARVALHO, Rodrigo Saballa de. Análise do discurso das Diretrizes Curriculares Nacionais de Educação Infantil: o currículo como campo de disputas. Educação, v.38, n.3466-476. Disponível em: https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/15782. Acesso em: 14 dez. 2021.

CARVALHO, Rodrigo Saballa de; BERNARDO, Gertrudes Angélica; LOPES, Amanda Oliveira. Educação Infantil pós-BNCC e a produção do neossujeito docente em documentos curriculares municipais. Debates em Educação, v. 13, n. 33, p. 33-57, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p33-57 . Acesso em: 18 dez. 2021.

CUNHA, Susana Rangel Vieira; CARVALHO, Rodrigo Saballa de (Org.). Arte Contemporânea e docência com crianças: inventários educativos. 01. ed. Porto Alegre: Zouk, 2021.

FERREIRA, Maísa; NUNES, Mário Luiz Ferrari. As condições de emergência das Diretrizes Curriculares de Campinas para a Educação Infantil. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 94-112, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p94-112 . Acesso em: 18 dez. 2021.

FLORES, Maria Luiza Rodrigues; TIRIBA, Léa. A educação infantil no contexto da base nacional comum curricular: em defesa das crianças como seres da natureza, herdeiras das tradições culturais brasileiras. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 157, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p157. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2422. Acesso em: 18 dez. 2021.

FÓRUM PAULISTA DE EDUCAÇÃO INFANTIL. Manifesto indignado. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 208, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p208. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2815. Acesso em: 18 dez. 2021.

FREITAS, Marcos Cezar de. Diversidades Culturais, deficiências e inclusão: a potência curricular da Educação Infantil. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 333-354, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p333-354 . Acesso em: 18 dez. 2021.

GOBBI, Marcia Aparecida, GALIAN, Claudia Valentina; CIARDELLA, Thais Monteiro. Currículo e infância: o olhar das crianças, desde bebês para a Educação Infantil e além. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 168-194, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p168-194 . Acesso em: 18 dez. 2021.

GOBBI, Marcia Aparecida. Entreatos: precisamos de BNCC ou seria melhor contar com a base? Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 118, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p118. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2401. Acesso em: 18 dez. 2021.

GOBBI, Marcia Aparecida; ANJOS, Cleriston Izidro dos; LEITE, Maria Cristina Stello. (Org.). Crianças, educação e o direito à cidade: pesquisas e práticas. 1. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2021.

GOETTEMS, Milene Braga; PRADO, Patrícia Dias. Processos criativos em dança na Educação Infantil e metodologias participativas de pesquisas com crianças. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 312-332, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p312-332 . Acesso em: 18 dez. 2021.

GUIZZO, Bianca Salazar; ALMEIDA, Vanessa da Silva. Base Nacional Comum Curricular e Educação Infantil: uma análise a partir dos Estudos Culturais. Debates em Educação, v. 13, n. 33, p. 15-32, 2021.

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p15-32 . Acesso: 14 dez. 2021.

LOPES, Alice Casimiro. Política de currículo: recontextualização e hibridismo. Currículo sem Fronteiras, v.5, n.2, p.50-64, jul./dez,2005. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol5iss2articles/lopes.pdf. Acesso em 19/12/2021.

LOPES, Jader Janer Moreira; VALENTIN, Silvia Helena; BOGOSSIAN, Thiago. Entre paredes, jardins, solários e salas de atividades: há bebês e crianças por aqui!!! A espacialização e a institucionalização do viver na Educação Infantil. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 240-261, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p240-261 . Acesso em: 18 dez. 2021.

MARCOLINO, Suzana; SANTOS, Maria Walburga dos. A brincadeira como princípio da prática pedagógica na Educação Infantil: brincar, participar, planejar. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 287-311, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p287-311 . Acesso em: 18 dez. 2021.

MARINO FILHO, Armando; MELLO, Suely Amaral; MAGALHÃES, Cassiana. O currículo como antecipação da história da criança: contradições entre educação e escolarização no desenvolvimento de 0 a 6 anos de idade. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 150-167, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p150-167 . Acesso em: 18 dez. 2021.

MELLO, Suely Amaral; SILVA, Greice Ferreira. BNCC: um currículo integrador da infância brasileira? Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 66, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p66. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2432. Acesso em: 18 dez. 2021.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (MEC). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Básica. Resolução CNE/CEB n.º 5, de 17 de dezembro de 2009. Fixa as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 18 dez. 2009. Seção 1, p. 18.

SANTIAGO, Flávio; FARIA, Ana Lúcia Goulart de. Currículo é responsabilidade: discussão contemporânea na Itália. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 89, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p89. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2408. Acesso em: 18 dez. 2021.

SANTOS, Marlene Oliveira dos. Planejamento narrativo na Educação Infantil. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 262-286, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p262-286 . Acesso em: 18 dez. 2021.

SANTOS, Solange Estanislau dos; MACEDO, Elina Elias de. BNCC para Educação Infantil e a urgência de resistências. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 1-14, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p1-14 . Acesso em: 18 dez. 2021.

SANTOS, Solange Estanislau dos; SARAIVA, Marina Rebeca de Oliveira. O ano que não tem fim: as crianças e suas infâncias em tempos de pandemia. Zero-a-Seis, Florianópolis, v. 22, n. Especial, p. 1177-1187, dez./dez., 2020. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1980-4512.2020v22nespp1177. Acesso em: 19/12/2021.

SILVA, Marcelo Oliveira; CARVALHO, Rodrigo Saballa de. Concepções sobre currículo na Educação Infantil: ressonâncias da Pedagogia da Infância em narrativas de professoras. Currículo sem Fronteiras, v. 20, n. 2, p. 497-514, maio/ago. 2020. Disponível em: https://www.curriculosemfronteiras.org/vol20iss2articles/silva-carvalho.pdf. Acesso em 19/12/2021.

SILVA, Marcelo Oliveira; CARVALHO, Rodrigo Saballa de; LOPES, Amanda Oliveira. Os manuais e a pedagogização da docência na Educação Infantil. Reflexão e Ação (versão eletrônica), v. 29, p. 177-191, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.17058/rea.v29i2.14327. Acesso em: 18/12/2021.

SILVA, Vanderlete Pereira da; LIMA, Mariana Semião de; SILLER, Rosali Rauta. Mulheres manauaras, pomeranas, de comunidade de terreiro e a diversidade linguística: algumas reflexões para pensar o currículo da Educação Infantil. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 58-73, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p58-73 . Acesso em: 18 dez. 2021.

SOARES, Ademilson. Pesquisas sobre políticas curriculares para a Educação Infantil: algumas questões epistemológicas no contexto da BNCC. Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 129-149, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p129-149 . Acesso em: 18 dez. 2021.

SOUZA, Marcia Lucia Anacleto de. Quais as crianças da Base Nacional Comum Curricular? Um olhar para as “culturas” sem diversidade cultural. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 136, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p136. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2570. Acesso em: 18 dez. 2021.

TEBET, Gabriela; ABRAMOWICZ, Anete. Afinal, o que querem os bebês? Debates em Educação, Maceió, v. 13, n. 33, p. 377-390, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n33p377-390 . Acesso em: 18 dez. 2021.

VITORIA, Telma. Entrevista com Rita Coelho. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 16, p. 01, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n16p01. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2810. Acesso em: 18 dez. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-22

Como Citar

ANJOS, Cleriston Izidro dos; CARVALHO, Rodrigo Saballa de. Apresentação - Dossiê "Educação infantil e currículos: cultura, docência e formação em debate" (primeira parte): Educação infantil e currículos: desafios, problematizações e propostas no tempo presente. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. 33, p. i-xv, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13n33pi-xv. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/13203. Acesso em: 5 mar. 2024.

Edição

Seção

Editorial

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.