O que os livros didáticos dizem sobre a temática indígena: o antes e o depois da Lei 11.645/2008

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2018v10n21p259-278

Palavras-chave:

Ensino de História. Livro didático. Temática Indígena.

Resumo

Este artigo tem como objeto de reflexão os livros didáticos da disciplina de História, em que se busca apresentar os resultados de duas pesquisas que foram realizadas sobre a temática indígena – uma em 2007 e outra em 2016 – no que se refere às semelhanças ou permanências presentes nos livros, mesmo após a implementação da Lei nº 11.645 (2008) e propostas curriculares, no sentido de perceber se estes têm contribuído ou não para um ensino de História que estimule a formação da alteridade e da consciência histórica e cidadã. Para tanto, foram selecionados textos e imagens iconográficas contidas nos livros didáticos das coleções, Horizontes para a 3ª e 4º Series, Projeto Buriti e Descobrir o Mundo, da 3ª série, respectivamente publicados nos anos de 2001, 2014 e 2015, sendo os dois últimos veiculados em escolas municipais e estaduais situadas no estado de Goiás.  Inferimos que ainda se faz necessário continuar a aperfeiçoar a análise das políticas públicas, das propostas curriculares, dos livros e Guias Didáticos e das práticas e saberes dos professores na formação inicial e continuada, a fim de que tanto possa contribuir para a compreensão e implementação de políticas e saberes que atendam aos desafios do século XXI, como promova um ensino de história que construa a consciência histórica e cidadã e a alteridade.  

Biografia do Autor

Léia Adriana da Silva Santiago, Instituto Federal Goiano (IFGoiano)

Graduada em História. Mestre e Doutora em Educação. Professora do Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica do Instituto Federal Goiano.

Nayane Ribeiro da Silveira, Instituto Federal Goiano (IFGoiano)

Graduada em Pedagogia.

Marco Antônio de Carvalho, Instituto Federal Goiano (IFGoiano)

Doutor em Educação e professor do Mestrado Profissional em Educação profissional e Tecnológica do Instituto Federal Goiano.

Sangelita Miranda Franco Mariano, Instituto Federal Goiano (IFGoiano)

Graduada em pedagogia e Doutora em educação. Professora do Instittuto Federal Goiano

Referências

BENITO, A. E. El libro escolar como espacio de memoria. In: OSSEMBACH, G.; SOMOZA, M. (Orgs). Los Manuales escolares como fuente para la historia de la educación en América Latina. Madrid: UNED, 2001. p.51-59

BERNARDO, S. B. R. O ensino de história nas séries iniciais do ensino fundamental: a apropriação do livro didático. História & Ensino, Londrina, v. 16, n. 1, p. 81-98, 2010. Disponível em: file:///C:/Users/IFGoiano/Downloads/11604-44828-1-PB%20(1).pdf. Acesso em: 13 nov. 2017.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Promulgada em 5 de outubro de 1988. Disponível em <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 12 dez. 2016.

______. Lei 11.645/08 de 10 de março de 2008. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília. Disponível em <https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11645.htm>. Acesso em: 12 dez. 2016.

______. Parâmetros curriculares nacionais: História e Geografia / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.

FREITAS, I. et al. A ação do PNLD em Sergipe e a escolha do livro didático de História (2005/2007): exame preliminar. In: OLIVEIRA, M. M. D.; STAMATTO, M. I. S. (Org.). O livro didático de história: políticas educacionais, pesquisas e ensino. Natal: Editora da UFRN, 2007, p. 53-59.

FREITAS, I. Livro Didático de História: definições, representações e prescrições de uso. In: OLIVEIRA, M. M. D.; OLIVEIRA, A. F. B. (org) Livros Didáticos de História: escolhas e utilizações. Natal: EDUFRN, 2009. p.11-19.

FERRER, V. G. El valor de la alteridad: enseñanza-aprendizaje a partir de realidades problemáticas temporale. In: RUIZ C. R. G; DORESTE A. A; MEDIERO B. A. (Org.). Deconstruir la alteridad desde la Didáctica de las Ciencias Sociales: educar para una ciudadanía global. 1ed.Madrid: Entimema, 2016, v. 1, p. 58-67.

FONSECA, S. G. Didática e prática de ensino de História: Experiências, reflexões e aprendizados/Selva Guimarães. – 13ª ed. rev. e ampl. – Campinas, SP: Papirus, 2012.

MARIN, M. F; QUEVEDO, J; ORDOÑEZ, M. História com Reflexão. São Paulo: IBEP, 2001.

MOTA, L. T; RODRIGUES, I. C. A questão indígena no livro didático: toda a história. História & Ensino, [s.l.], v. 5, p.41-59, 2 jul. 1999. Universidade Estadual de Londrina. http://dx.doi.org/10.5433/2238-3018.1999v5n0p41.

NOSELLA, M. L. C. D. As Belas Mentiras: A ideologia subjacente aos textos didáticos. São Paulo: Cortez&Moraes, 1979.

RÜSEN, J.. Razão histórica. Teoria da história: os fundamentos da ciência histórica. Tradução de Estevão de Rezende Martins. Brasília: Ed. UNB, 2001.

SANTIAGO, L. A. S. ; PAGÈS, J. La identidad y la alteridad en el curriculo de historia de secundaria de Brasil y de Espana. un caso: America Latina. In: RUIZ C. R. G; DORESTE A. A; MEDIERO B. A. (Org.). Deconstruir la alteridad desde la Didáctica de las Ciencias Sociales: educar para una ciudadanía global. 1ed. Madrid: Entimema, 2016, v. 1, p. 143-150.

SILVA, A. L. A temática Indígena na Escola. Brasília: 1987.

______. Mito, razão, história e sociedade: inter-relações nos universos socioculturais indígenas. In: SILVA, A. L; GRUPIONI, L. D. B. (Orgs.). A temática indígena na escola: novos subsídios para professores de 1o e 2o graus (pp. 317-340). Brasília: MEC/MARI/Unesco, 1995. Disponível em: <http://www.pineb.ffch.ufba.br/downloads/1244392794A_Tematica_Indigena_na_Escola_Aracy.pdf>. Acesso em: 07 mai. 2017.

SILVA, L. G. A luta pela terra, a luta pela vida: a interveniência das Políticas Públicas no Território do Povo Indígena Tapuia em Goiás. Ateliê Geográfico - Goiânia-GO, v. 7, n. 3, p.164-187, dez/2013. Disponível em: <https://www.revistas.ufg.br/atelie/article/view/9223/15734>. Acesso em: 15 nov. 2017.

SIMIELLI, M; NIGRO, R; CHARLIER, A. Descobrir o Mundo. São Paulo: IPEB, 2015.

VASCONCELOS, L. Projeto Buriti. São Paulo: Moderna, 2014.

Downloads

Publicado

31/08/2018

Como Citar

DA SILVA SANTIAGO, L. A.; DA SILVEIRA, N. R.; DE CARVALHO, M. A.; MARIANO, S. M. . F. O que os livros didáticos dizem sobre a temática indígena: o antes e o depois da Lei 11.645/2008. Debates em Educação, [S. l.], v. 10, n. 21, p. 259–278, 2018. DOI: 10.28998/2175-6600.2018v10n21p259-278. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/4473. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos