A lógica empresarial chega à escola

atuação de institutos do terceiro setor no ensino médio em tempo integral do Acre

Autores

  • Anderson Pereira Evangelista SEE/AC
  • Lúcia de Fátima Melo Universidade Federal do Acre

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14987

Palavras-chave:

Público-privado, Empresariado, Lei nº 13.415/2017

Resumo

O texto analisa a atuação dos Institutos de Corresponsabilidade pela Educação (ICE), Natura (IN) e Sonho Grande (ISG) por meio da parceria público-privada firmada com o Governo do estado do Acre para implementar o Programa de Ensino Médio em Tempo Integral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Pereira Evangelista, SEE/AC

Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação na Linha de Pesquisa Gestão e Política Educacional da Universidade Federal do Acre (2018-2020). Licenciado em Educação Física pela Universidade Federal do Acre (2014-2018). Egresso do Programa de Educação Tutorial PET- Educação Física -UFAC por meio do qual desenvolvi ações que triangularam Ensino, Pesquisa e Extensão. Professor do quadro efetivo da Secretaria Estadual de Educação do Estado do Acre (SEE-AC) desde 2020. Professor do curso de Educação Física Bacharelado da UNIP - Rio Branco (2021 a agosto de 2022). Pesquisador vinculado ao GEPPEAC - GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM POLÍTICA EDUCACIONAL, GESTÃO ESCOLAR, TRABALHO E FORMAÇÃO DOCENTE e ao Laboratório de Estudos e Pesquisas em Educação Física, Educação, Saúde e Lazer (LEPEF-EdSaLa -UFAC). Experiência na área de Educação com recorte para o Ensino Médio e Educação Física escolar.

Lúcia de Fátima Melo, Universidade Federal do Acre

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal do Acre (1992); Especialização em Currículo e Avaliação Educacional pela Universidade Federal do Acre (1996); Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2002). Doutorado em Educação: conhecimento e inclusão social pela UFMG na linha de pesquisa: Políticas Públicas Educacionais: concepção, implementação e avaliação (2010). É professora Associada da Universidade Federal do Acre, lotada no Centro de Educação, Letras e Artes, onde atua na Graduação nas seguintes áreas: Organização da Educação Básica e Legislação do Ensino; Gestão Escolar e Organização Curricular e Gestão da Escola e na Pós Graduação "Stricto Sensu", PPGE - Mestrado em Educação, onde ministra a disciplina Estado, Políticas Públicas e Educação e orienta estudos com foco no Direito a Educação; Políticas Educacionais e Programas voltados para a Educação Básica e para o Ensino Superior; Gestão de Educação e Organização do Ensino nas Unidades Escolares; Gestão Democrática e Diretores Escolares; Projeto Político Pedagógico; Conselho Escolar. Foi coordenadora do PPGE UFAC em dois Biênios (2019-2020 e 2021-2022). Atual Vice Coordenadora Biênio (2023-2024). Compõe o Curso de Doutorado em Educação na Amazônia ? PGEDA, Associação Plena em Rede (EDUCANORTE), na linha de pesquisa 2: Estado, políticas públicas e gestão da educação. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Política Educacional, Gestão Escolar, Trabalho e Formação Docente - GEPPEAC, com pesquisas nas linhas: políticas educacionais e gestão escolar. Cursando Estágio Pós Doutoral no Programa de Pós Graduação em Educação - UFPR. 

Referências

ACRE. Diário Oficial do Estado do Acre (DOE) nº 12.118 de Quarta-Feira, 16 de agosto de 2017. Rio Branco, AC, ago. 2017.

BALL, Stephen J. Educação Global S.A: novas redes políticas e o imaginário neoliberal. Tradução de Janete Bridon. – Ponta Grossa: UEPG, 2014.

FERRETI, Celso João; SILVA, Monica Ribeiro da. Reforma do ensino médio no contexto da medida provisória nº 746/2016: estado, currículo e disputas por hegemonia. Revista Educação e Sociedade, v. 38 n .139, p. 385-404,2017.

FREITAS, Luiz Carlos de. A reforma empresarial da educação: nova direita, velhas ideias. 1. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

ICE - Instituto de Corresponsabilidade pela Educação. Caderno Modelo Pedagógico – Eixos Formativos, 2. Ed. Recife: ICE, 2019.

_________. Caderno Memória e Concepção – Concepção do Modelo Escola da Escolha, 2. Ed. Recife: ICE, 2019.

_________ Caderno Modelo Pedagógico – Princípios Educativos, 2. Ed. Recife: ICE, 2019.

LAVAL, Christian. A escola não é uma empresa: neoliberalismo em ataque ao ensino público; Tradução de Mariana Echalar. -1. ed. São Paulo: Boitempo, 2019.

MARTINS, Erika Moreira. Todos pela Educação? Como os empresários estão determinando a política educacional brasileira. Rio de Janeiro: Lamparina, 2016.

MARTINS, Érika Moreira; KRAWCZYK, Nora Rut. Estratégias e incidência empresarial na atual política educacional brasileira: O caso do movimento ‘Todos Pela Educação'. Revista Portuguesa de Educação, v. 31, n. 1, p. 4-20, 2018.

MINELLA, Ary Cesar. Maiores bancos privados no Brasil: um perfil econômico e sociopolítico. Sociologias, n. 18, p. 100-125, 2007.

PERONI, Vera Maria Vidal; CAETANO, Maria Raquel. O público e o privado na educação-Projetos em disputa? Retratos da Escola, v. 9, n. 17, 2015.

PERONI, Vera Maria Vidal; OLIVEIRA, Cristina Maria Bezerra de. O marco regulatório e as parcerias público-privadas no contexto educacional. Revista Práxis Educacional, v. 15, n. 31, p. 38-57, 2019.

PERONI, Vera Maria Vidal; OLIVEIRA, Regina Tereza Cestari de; FERNANDES, Maria Dilnéia Espíndola. Estado e terceiro setor: as novas regulações entre o público e o privado na gestão da educação básica brasileira. Educação & Sociedade, v. 30, n. 108, p. 761-778, 2009.

QUADROS, Sérgio Feldmann de. A influência do empresariado na reforma do ensino médio. 2020. 160p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP, 2020.

QUADROS, Sérgio Feldmann de. KRAWCZYK, Nora. O ensino médio brasileiro ao gosto do empresariado. Políticas Educativas–PolEd, v. 12, n. 2, p. 36-47, 2019.

SILVA, Monica Ribeiro da; SCHEIBE, Leda. Reforma do ensino médio: pragmatismo e lógica mercantil. Retratos da Escola, v. 11, n. 20, p. 19-31, 2017.

Publicado

2023-05-10

Como Citar

EVANGELISTA, Anderson Pereira; MELO, Lúcia de Fátima. A lógica empresarial chega à escola: atuação de institutos do terceiro setor no ensino médio em tempo integral do Acre. Debates em Educação, [S. l.], v. 15, n. 37, p. e14987, 2023. DOI: 10.28998/2175-6600.2023v15n37pe14987. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/e14987. Acesso em: 25 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê Temático - Formação Docente: Políticas e Práticas sob a perspectiva Human

Artigos Semelhantes

<< < 2 3 4 5 6 7 8 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.