Análise dos Projetos Pedagógicos dos Cursos Licenciatura: estamos preparando professores para lecionar estudantes com deficiência?

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12nEsp2p292-314

Palavras-chave:

Formação de Professores, Projeto Pedagógico de Curso, Pessoa com Deficiência

Resumo

Este artigo investigou como ocorre a preparação dos futuros professores para Inclusão Escolar. A metodologia consistiu numa pesquisa qualitativa de cunho exploratório, por meio de pesquisa documental com base na pesquisa bibliográfica (CHACON, 2001; VITALIANO, 2008; VITALIANO; DALL’ACQUA, 2012) e documentos legais referentes ao tema. Foram analisados as ementas e matriz curricular de dezesseis Projetos Pedagógicos de Cursos(PPC) de licenciatura da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) para identificar saberes pedagógicos adequados aos futuros professores que permitama estes atuarem na Inclusão Escolar. Revelou que as problemáticas, decorrentes da lacuna na formação inicial de professores da Educação Básica em situação de Inclusão Escolar está longe de ser superada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisangela Leal de Oliveira Mercado, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)


Professora Adjunta II da Universidade Federal de Alagoas. Graduada em Pedagogia. Especialista em Psicopedagogia, Mestre em Linguística e Doutora em Educação pela Universidade Federal de Alagoas. Formação em Tutoria Virtual pela Organização dos Estados Americanos (OEA). Concluiu o Curso de Curso de Aperfeiçoamento em Atendimento Educacional em Ambiente Hospitalar e Domiciliar (CAAEAHD /UFMS) Leciona na graduação presencial e na modalidade a distância. Tem experiência na área de Educação. Ministra disciplinas pedagógicas nos cursos de graduação e pós-graduação na Universidade Federal de Alagoas, voltados para a área de Gestão Educacional, Estágio Supervisionado, Psicologia da Educação, Psicopedagogia, Processo Ensino e Aprendizagem, Educação Especial, Educação Infantil, Alfabetização e Letramento e Inspeção Escolar. Participou do Programa Mídias na Educação do MEC/UFAL e do Curso de Especialização em Atendimento Educacional Especializado em Deficiência Intelectual (AEE-DI/UFAL). Pesquisadora do Observatório Estadual de Educação Especial (OEEESP) e vice coordenadora do Núcleo de Estudos em Educação e Diversidade (NEEDI). Presidente do Conselho Municipal de Educação de Maceió (biênio 2017/2019), Diretora de Formação da União nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME/AL -biênio 2018/2020). Membro do Comitê Gestor Estadual para das ações de cuidado das crianças com Síndrome Congênita associada à infecção pelo vírus Zika e outras síndromes causadas por STORCH. Membro da Rede Nacional da Primeira Infância (RNPI) e da Rede Estadual da Primeira Infância (REPI/Alagoas) 

Karla Maria Martins Santos Pereira, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Graduação em Pedagogia pela Universidade Fedeal de Alagoas, Bolsista de Iniciação Científica do CNPq.

Liziane Medeiros Nascimento do Amor Divino, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Graduação em Pedagogia pela Universidade Fedeal de Alagoas, Bolsista de Iniciação Científica do CNPq.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

MERCADO, Elisangela Leal de Oliveira; PEREIRA, Karla Maria Martins Santos; DIVINO, Liziane Medeiros Nascimento do Amor. Análise dos Projetos Pedagógicos dos Cursos Licenciatura: estamos preparando professores para lecionar estudantes com deficiência?. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. Esp2, p. 292–314, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12nEsp2p292-314. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/10441. Acesso em: 22 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.