MODOS DE ENSINAR: O DRAMA E A TRAMA DAS TENTATIVAS DE DIÁLOGO NUMA SALA DE AULA DE EJA

Autores

  • Deiseane Louise Santos Oliveira Secretaria Estadual de Sergipe
  • Nadja Naira Aguiar Ribeiro UFAL

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2014v6n11p39

Palavras-chave:

Educação de Jovens e Adultos, Modos de ensinar, Diálogo, Sujeito.

Resumo

O objetivo deste é refletir sobre os modos de ensinar de uma professora de Educação de Jovens e Adultos (EJA), analisando, por meio de temáticas trabalhadas acerca da diversidade cultural, o drama e a trama enredados em sua exposição didática. Para tanto, traz uma amostra de 3 aulas observadas – com apoio de um diário de bordo – da sala de aula do 1o segmento de EJA, sob regência da docente supracitada.  Nessas observações foi possível perceber uma certa blindagem à voz do aluno, o que produziu um silêncio às avessas – enquanto um funcionamento constitutivo da linguagem. Ao tornar a voz do aluno impronunciável, adotando muitas vezes um discurso pedagógico dogmático, a referida professora travou não apenas o diálogo, mas, sobretudo, a contrapalavra – lugares de pertencimento do sujeito histórico-cultural que, somente pela linguagem, constitui-se sujeito da experiência. Essa atitude de interdição à fala do outro – colocando-o na condição de subalternizado – é um modo de ensinar que barra a palavra dissonante, evitando, certamente, discordâncias e conflitos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-07-01

Como Citar

OLIVEIRA, Deiseane Louise Santos; RIBEIRO, Nadja Naira Aguiar. MODOS DE ENSINAR: O DRAMA E A TRAMA DAS TENTATIVAS DE DIÁLOGO NUMA SALA DE AULA DE EJA. Debates em Educação, [S. l.], v. 6, n. 11, p. 39, 2014. DOI: 10.28998/2175-6600.2014v6n11p39. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/1331. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.