Pedagogia Histórico-Crítica: princípios para a formação de professores de Ciências e Biologia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n26p381-394

Palavras-chave:

Formação professores. Ciências Biológicas. Pedagogia Histórico-Crítica

Resumo

Neste artigo assume-se a pedagogia histórico- crítica como referencial teórico necessário à formação de professores comprometidos com a educação escolar humanizadora e com a transformação social. São apresentados  e analisados quatro princípios, identificados como centrais à formação de professores de Ciências e Biologia: crítica e transformação da sociedade de capitalista e articulação dialética entre educação escolar e sociedade; visão histórica de ser humano; papel transformador do conhecimento sistematizado e a escola  e  metodologia dialética de ensino. Esses princípios estão articulados  e levam a defesa por uma formação sólida teoricamente, pautada na reflexão filosófica.

Biografia do Autor

Renato Eugênio da Silva Diniz, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (1985), mestrado em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (1992), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (1998) e livre-docência em Didática pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquista Filho (2005). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Formação de Professores, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de biologia, ensino de ciências, educação ambiental, professor de ciências e material didático.

Luciana Maria Lunardi Campos, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1989), mestrado em Educação Especial (Educação do Indivíduo Especial) pela Universidade Federal de São Carlos (1994) e doutorado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998). Atualmente é Professora no Departamento de Educação do Instituto de Biociências/Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho e no Programa de Pós -Graduação em Educação para Ciência- Faculdade de Ciências- UNESP- Bauru. Atua no desenvolvimento de projetos de pesquisa e de extensão, com foco em: formação de professores, ensino de Ciências, Pedagogia Histórico- Crítica e prática pedagógica. Membro do Grupo de Pesquisa "Formação e Ação de Professores de Ciências e de Educadores Ambientais".

Referências

APPLE, M.; AU, W.; GANDIN, L.A. O mapeamento da educação crítica . In: APPLE, M.; AU, W. e GANDIN, L.A. Educação crítica – análise internacional. Porto Alegre: ArtMed, 2011. p.14-32.

BOCK, A.M. A psicologia sócio-histórica: uma perspectiva crítica em psicologia. In: BOCK, A.M.; GONÇALVES, M.G. e FURTADO, O.(orgs) Psicologia Sócio-histórica. São Paulo: Cortez, 2001. p.15-35.

CAMPOS, L.M.L. Concepção construtivista de aprendizagem e formação inicial de professores de Ciências e de Biologia: algumas revelações e alguns questionamentos. In: Congresso Internacional Sobre A Teoria Histórico Cultural, I, e Jornada Do Núcleo De Ensino De Marília, XI, 2012, Marília. Anais... Marília, 2012. 1CD-ROM.

CONTRERAS, J. A autonomia de professores. São Paulo: Cortez. 2002.

DUARTE, N. Conhecimento tácito e conhecimento escolar na formação do professor (por que Donald Schön não entendeu Luria) Educ. Soc. Campinas, v.24, n.83, p.601-625, agost. 2003. Disponível em: http://www.cedes.unicamp.br. Acesso em: 6 de abr. 2013.

DUARTE, N. Educação Escolar, teoria do cotidiano e a escola de Vigotski. São Paulo: Autores Associados, 1996.

DUARTE, N. Fundamentos da pedagogia histórico-crítica: a formação do ser humano na sociedade comunista como referência para a educação contemporânea. In: MARSIGLIA, A.C. (org.) Pedagogia Histórico-Crítica - 30 Anos. Campinas: Autores Associados, 2011. p.7-22.

FACCI, M. G. D. Valorização ou esvaziamento do trabalho do professor? Um estudo crítico-comparativo da teoria do professor reflexivo, do construtivismo e da psicologia vigotskiana. Campinas: Autores Associados, 2004.

HADDAD, C. R.; PEREIRA, M. De F. R. Pedagogia histórico-crítica e psicologia histórico cultural: inferências para a formação e o trabalho de professores. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Salvador, v. 5, n. 2, p. 106-117, dez. 2013. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revistagerminal/article/view/9703. Acesso em: 12 de fev. 2015.

HERMIDA, J. F.; LIRA, J. de S. Políticas educacionais em tempos de golpe: entrevista com Dermeval Saviani. Educ. Soc., Campinas, v. 39, n. 144, p. 779-794, set. 2018 Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-73302018000300779&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 22 de nov. 2018

MARSIGLIA, A.C.G.; MARTINS, L.M.; LAVOURA, T. N. Rumo à outra didática histórico-crítica: superando imediatismos, logicismos formais e outros reducionismos do método dialético. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 19, p. e019003, mar. 2019. ISSN 1676-2584. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8653380/19234. Acesso em: 27 abr. 2019. doi: https://doi.org/10.20396/rho.v19i0.8653380.

MARTINS, L. M. Formação de professores: desafios contemporâneos e alternativas necessárias. In: MENDONÇA, S., SILVA, V. P. e MILLER, S. Marx, Gramsci e Vygotsky. Araraquara: Junqueira e Marin; Marília: Cultura Acadêmica. 2009. p.449-474.

MARTINS, L. M. O legado do século XX para a formação de professores. In: MARTINS, LM.; DUARTE, N. (orgs). Formação de professores: limites contemporâneos e alternativas necessárias [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010. Disponível em: http://books.scielo.org/id/ysnm8 Acesso: 6 de jan. 2013.

MAZZEU, L.T.B. A política educacional e a formação de professores: reflexões sobre fundamento teóricos e epistemológicos da reforma. In: MARSIGLIA, A.C. (org.) Pedagogia Histórico-Crítica - 30 Anos. Campinas: Autores Associados, 2011. p.147-168.

OLIVEIRA, B. A de Fundamentos filosóficos marxistas da obra Vigotskiana: A questão da categoria de atividade e algumas implicações para o trabalho educativo. In: MENDONÇA, S.G.DE L. E MILLER, S. (ORGS) Vigotski e a escola atual: fundamentos teóricos e implicações pedagógicas. Araraquara: Junqueira & Marin, 2006. p.3-26.

SANTOS, C. S. Ensino de Ciências: abordagem histórico-crítica. Campinas: Armazém do Ipê, 2012.

SAVIANI, D. Da inspiração à formulação da Pedagogia Histórico-Crítica (PHC)- os três momentos da PHC que toda teoria verdadeiramente crítica deve conter. Interface Comunicação Saúde Educação 2017; 21(62):711-24 Disponível: http://www.scielo.br/pdf/icse/v21n62/1807-5762-icse-21-62-0711.pdf. Acesso em: 18 de jul. 2018.

SAVIANI, D. Do senso comum à consciência filosófica. São Paulo: Cortez, 1983.

SAVIANI, D. Educação socialista, pedagogia histórico-crítica e os desafios da sociedade de classes. In: LOMBARDI, J.C e SAVIANI, D. Marxismo e educação - debates contemporâneos. Campinas: Autores Associados, HISTEDBR, 2008 (b).

SAVIANI, D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez e Autores Associados, 1985.

SAVIANI, D. Formação de Professores no Brasil: dilemas e perspectivas. Poíesis Pedagógica. v.9, n.1, p.07-19, jan/jun. 2011.

SAVIANI, D. Marxismo, educação e pedagogia. In: SAVIANI, D. E DUARTE, N. (orgs.) Pedagogia histórico- crítica e luta de classes na educação escolar. Campinas, SP: Autores Associados, 2012. P. 61-86

SAVIANI, D. Pedagogia Histórico-crítica. Campinas: Autores Associados, 2008 (a).

SCALCON, S. À procura da unidade Psicopedagógica. Campinas: Autores Associados, 2002.

SFORNI, M. S. F. Formação de professores e os conhecimentos teóricos sobre a docência. In: LIBÂNEO, J. C.; ALVES, N. (orgs.) Temas de pedagogia: diálogos entre didática e currículo. São Paulo: Cortez, 2012. p.469-488.

TOZONI-REIS, M. F. de C.; CAMPOS, L. M. L. Educação ambiental escolar, formação humana e formação de professores: articulações necessárias. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, Edição Especial n. 3, p. 145-162, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/er/nspe3/a10nspe3.pdf . Acesso em: 22 de jun. 2015.

Downloads

Publicado

06/04/2020

Como Citar

DINIZ, R. E. da S.; CAMPOS, L. M. L. Pedagogia Histórico-Crítica: princípios para a formação de professores de Ciências e Biologia. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. 26, p. 381–394, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12n26p381-394. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/7355. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

Dossiê “Pedagogia histórico-crítica, psicologia histórico cultural e ensino de ciências”