Educação não formal: a praia como um espaço para Educação Ambiental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n24p66-83

Palavras-chave:

Espaço não formal. Educação ambiental. Educação na praia.

Resumo

Pesquisadores, pais e alunos, estão cada vez mais, discutindo problemas ambientais causados pelo homem. Dessa forma, o estudo apresenta uma ação de Educação Ambiental realizada no município de Balneário Gaivota/SC, envolvendo crianças de seis a 11 anos. A pesquisa foi aplicada na semana do meio ambiente de cinco a nove de junho de 2017, com objetivo de sensibilizar e desenvolver consciência crítica sobre o impacto dos resíduos encontrados nos ecossistemas costeiros. Foram realizadas atividades lúdicas em sala e atividade prática na praia, a fim de, abordar questões sobre o lixo no meio ambiente. As crianças realizaram desenhos, antes e após as atividades. Percebemos que atividades realizadas em espaços não formais dão uma visão mais ampla sobre as temáticas abordadas em sala de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michele Souza Fanfa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Mestranda do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da UFRGS, uma parceria dos departamentos de quatro universidades brasileiras do estado do Rio Grande do Sul – UFRGS, FURG, UFSM e UNIPAMPA (campus Uruguaiana). Orientada pelo Prof.ª Dr.ª Maria do Rocio Fontoura Teixeira. Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria - UFSM, onde atuou como bolsista PROLICEN do projeto de pesquisa: Formação Inicial de Professores, Estágios Curriculares Supervisionados, Interdisciplinaridade, Ensino de Ciências e Biologia. Bolsista OBEDUC - CAPES no projeto de pesquisa: Estudo da correlação entre Desempenho Escolar e Livro Didático. Atuou como membro do Observatório da Educação - Interinstitucional Desempenho Escolar e Inclusão Acadêmica (IDEIA). Atualmente, dedica-se a pesquisa sobre espaços não formais de educação e formação inicial de professores.

Leonan Guerra, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Pampa/UNIPAMPA, licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria/UFSM, especialista em Educação Ambiental/UFSM, e mestre em Educação em Ciências/UFSM. Atualmente é doutorando em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul/UFRGS, além de idealizador e responsável pelo projeto Oficina de Ciências, desenvolvendo atividades práticas, jogos didáticos, saídas de campo, e modelos tridimensionais de biologia.

Maria do Rocio Fontoura Teixeira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutora em Educação em Ciências, pelo Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da UFRGS, com a tese Redes de Conhecimento em Ciências. Mestre em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996) e graduação em Biblioteconomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1975). Atualmente é Coordenadora Geral do Programa de Pós Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde, além de Coordenadora da sede UFRGS do Programa. Professora Adjunta do Departamento de Ciências da Informação da Faculdade de Biblioteconomia da UFRGS. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde. Representante da UFRGS no SIGA do Ministério da Educação (MEC). Associada à Sociedade Brasileira de Gestão do Conhecimento - RS. Tem experiência na área de Educação em Ciências e Ciências da Informação, com ênfase em Gestão da Informação, Gestão do Conhecimento, Gestão Documental, Redes de Conhecimento, Produção Científica, Fontes de Informação Científica e Tecnológica, Análise de Redes Sociais e Espaços não Formais de Educação.

Downloads

Publicado

2019-08-31

Como Citar

FANFA, Michele Souza; GUERRA, Leonan; TEIXEIRA, Maria do Rocio Fontoura. Educação não formal: a praia como um espaço para Educação Ambiental. Debates em Educação, [S. l.], v. 11, n. 24, p. 66–83, 2019. DOI: 10.28998/2175-6600.2019v11n24p66-83. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/7387. Acesso em: 18 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

<< < 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.