As ilustrações do período de escravidão no Brasil, nos livros didáticos de História do Ensino Médio: uma proposta de leitura de imagens

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n27p38-49

Palavras-chave:

Imagens de violência. Livro didático. História

Resumo

Este artigo objetiva analisar as ilustrações do período da escravidão negra contidas nos livros didáticos de História, cujos conteúdos reportam a algumas formas de violência, sob a perspectiva da História das Imagens. Para tanto, utiliza como fonte e referência os livros História, Sociedade & Cidadania, de Alfredo Boulos Júnior, 2º ano, publicado em 2013 pela editora FTD, e o História: passado e presente, de Gislane Azevedo e Reinaldo Seriacopi, 2º ano, uma publicação feita em 2016, lançados pela editora Ática. O trabalho problematiza e sugere a utilização das imagens de forma a aguçar o olhar crítico dos alunos. O corpo teórico metodológico fundamenta-se em Lucia Santella (2012) e Circe Bittencourt (2009) referente à análise das imagens. A partir dessa abordagem, questiona-se até que ponto as imagens de violência contidas nos livros didáticos de História são eficazes na produção do conhecimento histórico crítico, reflexivo e questionador acerca dos conteúdos instituídos, prontos, acabados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Augusto Tamanini, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Pós-Doutor em História (CAPES/UFPR). Doutor em História (CAPES/UFSC). Professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino (UFERSA/UERN/IIFRN). Coordenador do Grupo de Pesquisa Imagem e Ensino (CNPq/UFERSA).

Ana Meyre de Morais, Universidade Federal Rural do Semiárido (UFERSA)

Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO), associação ampla UERN, UFERSA, IFRN. Graduada em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN (2009). Atua como docente na Escola Municipal de 1° Grau Manoel de Barros. É vinculada ao Grupo de Pesquisa Imagem e Ensino (CNPq/UFERSA.)

Referências

AZEVEDO, Gislane. SERIACOPI, Reinaldo. História: passado e presente. 2º ano. 1ª. ed. São Paulo: Ática, 2016.

BTTENCOURT. Ensino de história: fundamentos e métodos. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2009.

BOEHM, Gottfried. Aquilo que se mostra. Sobre a diferença icônica. In: Pensar a imagem. Emmanuel Alloa (Org.) 1ª. ed., 2ª. reimp. Belo Horizonte. Autêntica Editora, 2017.

BOULOS Júnior, Alfredo. História sociedade & cidadania. 2 º ano. 1ª. ed. São Paulo: FTD, 2013.

LIMA, Valéria. Uma viagem com Debret. Rio de Janeiro. Ed., 2004.

PINSKY, Jaime. Escravidão no Brasil.13ª. ed. São Paulo: Contexto, 1994. (Repensando a história).

RAMBELLI, Gilson. Tráfico e navios negreiros: contribuição da Arqueologia Náutica e Subaquática. Revista: Navigator. V. 2, Nº. 4, 2006.

SANTELLA, Lucia. Leitura de imagens. São Paulo: Editora Melhoramentos, 2012.

TAMANINI, Paulo Augusto. Os ícones e seus signos: a aplicabilidade das imagens nas pesquisas e estudo da história do império bizantino. História: Questões & Debates, [S.l.], v. 65, n. 1, p. 337-358, jul. 2017. ISSN 2447-8261. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/historia/article/view/46370. Acesso em: 21 mar. 2019.

Downloads

Publicado

2020-06-22

Como Citar

TAMANINI, Paulo Augusto; DE MORAIS, Ana Meyre. As ilustrações do período de escravidão no Brasil, nos livros didáticos de História do Ensino Médio: uma proposta de leitura de imagens. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. 27, p. 38–49, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12n27p38-49. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/7462. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.