Provocações entre duas senhoras: dona seriação e dona multisseriação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n31p1-16

Palavras-chave:

Seriação, Multisseriação, História

Resumo

Este artigo tem por objetivo problematizar a organização escolar seriada e identificar a racionalidade que sustenta as diferentes formas de organização escolar. Para isto, criamos duas personagens:  Dona Seriação e Dona Multisseriação que argumentam e pontuam o quanto estas classificações são arbitrárias e contingentes. Autores como Ariès (1986), Caruzo e Dussel (2003), nos ajudaram a compor parte de uma história que inicia com crianças e adultos misturados em um mesmo espaço educacional, para, logo em seguida, exigir a classificação e separação dos mesmos. Para além dos argumentos de cada uma das personagens criadas, pretendemos ressaltar que as formas de organização dos tempos/espaços escolares não é, de forma alguma algo tranquilo, natural, mas, algo inteiramente fabricado.

Biografia do Autor

Mari Teresinha Alminhana Panni, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Mestra em Educação em Ciências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS – Licenciada em Pedagogia pela Faculdade Cenecista de Osório – FACOS – Professora de Educação Infantil da rede municipal de Osório; professora de Anos Iniciais da rede municipal de Xangri-Lá, RS, Brasil.

Claudia Glavam Duarte, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Doutora em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos – UNISINOS – Professora associada da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS – Campus Litoral Norte. Tramandaí, RS, Brasil. Vinculada ao Programa de Pós-Graduação: Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde – UFRGS-

Downloads

Publicado

26/06/2021

Como Citar

ALMINHANA PANNI, M. T.; GLAVAM DUARTE, C. Provocações entre duas senhoras: dona seriação e dona multisseriação. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. 31, p. 1–16, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13n31p1-16. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/9617. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos