CONCEPÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA

Autores

  • Maria Luiza Salzani Fiorini Unesp - Marília
  • Eduardo José Manzini Unesp - Marília

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2016v8n15p81

Palavras-chave:

Educação Especial. Educação Física. Concepção de professores.

Resumo

Objetivou-se analisar como os professores de Educação Física do Ensino Fundamental - ciclo II e Ensino Médio da região de Marília/SP, que tinham alunos com deficiência, concebem a inclusão. Participaram 65 professores os quais responderam a um questionário. Os resultados indicaram o predomínio das seguintes concepções: a aula de Educação Física é inclusiva quando o aluno com deficiência é tratado como igual aos demais e participa das mesmas atividades; a Educação Física não tem mais facilidade que as outras disciplinas; o aluno com deficiência visual é o mais difícil de incluir; os cursos e a experiência diária tornam o professor capacitado; a aula teórica não é a única forma de participação; as estratégias de ensino e os materiais não devem ser os mesmos para alunos com e sem deficiência.

Biografia do Autor

Maria Luiza Salzani Fiorini, Unesp - Marília

Pós-doutoranda da UNESP. Doutora em Educação, Universidade Estadual Paulista  - Unesp, campus de Marília. 

Eduardo José Manzini, Unesp - Marília

Docente do Departamento de Educação Especial e do Programa de Pós-graduação em Educação, Unesp - campus de Marília

Downloads

Publicado

22/08/2016

Como Citar

FIORINI, M. L. S.; MANZINI, E. J. CONCEPÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DO ALUNO COM DEFICIÊNCIA. Debates em Educação, [S. l.], v. 8, n. 15, p. 81, 2016. DOI: 10.28998/2175-6600.2016v8n15p81. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/2087. Acesso em: 27 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos