EXPERIÊNCIAS ESCOLARES DE JOVENS DE CLASSES POPULARES E CONSTRUÇÕES DO FUTURO

Autores

  • Máximo Augusto Campos Masson Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Maria Teresa Vianna Van Acker UNIP(universidade paulista)

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2018v10n20p100

Palavras-chave:

Classes Populares. Perspectivas de Futuro. Habitus de Classe.

Resumo

Abordam-se relações entre escolarização e visões de futuro de jovens das classes subalternas, a partir de pesquisa envolvendo estudantes do ensino médio de grandes cidades brasileiras. Buscou-se compreender o processo de construção das expectativas profissionais e das estratégias para concretizá-las, considerando: posição social; percepções sobre experiências escolares; características culturais de familiares e amigos; influências de professores; estereótipos sobre as classes populares e mudanças econômicas no Brasil. A análise fundamenta-se em Bourdieu, Lahire e Elias, empregando-se instrumentos de pesquisa como: observação etnográfica, entrevistas e questionários. Entre os resultados obtidos encontramos a presença de visões de futuro distintas dos estereótipos do senso comum.

Biografia do Autor

Máximo Augusto Campos Masson, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Bacharel em Sociologia, Mestre e Doutor em Educação, professor de Sociologia da Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Maria Teresa Vianna Van Acker, UNIP(universidade paulista)

Bacharel em História, Mestre e Doutora em Educação. Professora de Licenciatura de Didática da História (UNIP)  e coordenadora da área de História do Colégio Objetivo.

Downloads

Publicado

29/04/2018

Como Citar

MASSON, M. A. C.; VAN ACKER, M. T. V. EXPERIÊNCIAS ESCOLARES DE JOVENS DE CLASSES POPULARES E CONSTRUÇÕES DO FUTURO. Debates em Educação, [S. l.], v. 10, n. 20, p. 100, 2018. DOI: 10.28998/2175-6600.2018v10n20p100. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/4055. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos