Ser professor sob a ótica de licenciandos em Ciências Biológicas e as Representações Sociais que permeiam a formação inicial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n25p85-106

Palavras-chave:

Senso comum. Licenciatura. Ensino de Ciências.

Resumo

As Representações Sociais (RS) configuram-se como uma forma de conhecimento socialmente partilhado. Assim, este artigo teve por objetivo analisar as prováveis RS apresentadas por licenciandos do curso de Ciências Biológicas a respeito do tema ‘Ser Professor de Biologia’. As informações foram coletadas mediante o uso do Teste de Associação Livre de Palavras, e os procedimentos de análise se deram partindo-se da classificação das palavras por meio das semelhanças semânticas que culminou na elaboração do Quadro de quatro casas, posteriormente se usou a Análise de Conteúdo para a apreciação das redações das palavras evocadas. Os resultados convergiram para uma homogeneidade de concepções, indicando a presença de representações, remetendo a visões de um professor detentor de conhecimentos e com prática tradicionalista.

Biografia do Autor

Joici de Carvalho Leite, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Graduada em Ciências Biológicas (Licenciatura) pela Universidade Estadual de Maringá (UEM/2008), especialista Lato Sensu em Ensino-Aprendizagem em Ciências/Biologia (UEM/2010) e em Educação Especial Inclusão e Libras Faculdade Dom Bosco/2011). Mestra em Ensino de Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática - PCM (UEM/2015). Doutoranda em Ensino de Ciências pelo Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática - PCM (UEM/2016-2020).

Carlos Alberto de Oliveira Magalhães Júnior, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Licenciado em Ciências pela Universidade Estadual de Maringá (2002), Especialista em Educação pela Universidade Estadual do Paraná - UNESPAR/Campo Mourão (2004), Mestre em Ensino de Ciências (Modalidade Física) pela Universidade de São Paulo - USP (2007); Doutor em Ciências pela Universidade Estadual de Maringá - UEM (2011) e Pós-doutor em Educação em Ciências pela Universidade do Minho - UMinho/PT (2016) e em Educação pela Universidade Federal Fluminense (2018). É professor Adjunto do Departamento de Ciências; do Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática - PCM e do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Rede Nacional para o Ensino das Ciências Ambientais - PROFCIAMB, da UEM. Coordena o Grupo de Pesquisa em Ensino de Ciências, Formação de Professores e Representações Sociais - CIENCIAR, membro do Grupo de Pesquisa GETEPEC, da UEL, e parceira em pesquisa com o CIEC, do Instituto de Educação da UMinho de Portugal. Atualmente é Coordenador Adjunto do Programa de Pós-Graduação PCM e coordena um Projeto de Pesquisa (MCTI/CNPq/Universal 14/2014) interinstitucional entre UEM, UNIJUÍ e UMinho/Pt.

Referências

ABRIC, J. C. A abordagem estrutural das representações sociais. In: MOREIRA, A. S. P.; OLIVEIRA, D. C. (Orgs.). Estudos interdisciplinares de representação social. 2ª. ed. Goiânia: AB, 2000, p. 27-38.

ALMEIDA, P. C. A.; BIAJONE, J. Saberes docentes e formação inicial de professores: implicações e desafios para as propostas de formação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 281-295, maio/ago. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v33n2/a07v33n2.pdf. Acesso em: 03 out. 2018.

ALVES-MAZZOTTI, A. J. Representações Sociais: aspectos teóricos e aplicações à Educação. Em Aberto, Brasília, n.61, v. 14, p. 60-78, 1994. Disponível em: http://emaberto.inep.gov.br/index.php/emaberto/article/viewFile/1944/1913. Acesso em: 10 jan. 2019.

ANDRÉ, M. E. D. A. A produção acadêmica sobre formação docente: um estudo comparativo das dissertações e teses dos anos 1990 e 2000. Revista Brasileira de Pesquisa sobre Formação de Professores, v. 1, n. 1, p. 41-56, 2009. Disponível em: https://www.revformacaodocente.com.br/index.php/rbpfp/article/view/v1n1_2b. Acesso em: 03 out. 2018.

ANDRÉ, M. E. D. A. Formação de professores: a constituição de um campo de estudos. Educação, PUC/ RS, v. 33, p. 6-18, 2010. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/faced/article/view/8075/5719. Acesso em: 04 out. 2018.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Tradução Luís Antero Reto, Augusto Pinheiro. São Paulo: Edições 70, 2011.

BARRETTO, E. S. S. Políticas e práticas de formação de professores da educação básica no Brasil: um panorama nacional. RBPAE, v.27, n.1, p. 39-52, 2011. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/rbpae/article/view/19966. Acesso em: 03 out. 2018.

BERCINI, L. O.; TOMANIK, E. A. Na teoria e na vida: saúde, ambiente e representações sociais. Maringá: Eduem, 2009.

BORGES, C.; TARDIF, M. Dossiê: Os saberes dos docentes e sua formação. Educação & Sociedade. Campinas: Cedes, n. 74, Ano XXII, p. 11-26, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=0101-733020010001&script=sci_issuetoc. Acesso em: 03 out. 2018.

CACHAPUZ. A.; GIL-PÉREZ, D.; CARVALHO, A. M. P.; PRAIA, J.; VILCHES, A. A necessária renovação do ensino de ciências. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2011.

CAMPOS, L. M. L.; DINIZ, R. E. S. A prática como fonte de aprendizagem e o saber da experiência: o que dizem professores de Ciências e de Biologia. Investigações em Ensino de Ciências. v. 6, n. 1, p. 79-96, 2001. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/587. Acesso em: 16 dez. 2018.

CÂNDIDO, C. M., ASSIS, M. R., FERREIRA, N. T.; SOUZA, M. A. A representação social do "bom professor" no Ensino Superior. Psicologia & Sociedade, v. 26, n.2, p. 356- 365, 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/psoc/v26n2/a12v26n2.pdf. Acesso em: 30 set. 2018.

CARMO, T.; LEITE, J. C.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. Aspectos metodológicos em representações sociais. In: TRIANI, F.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A.; NOVIKOFF, C. Representações sociais e educação: contextos e perspectivas. Rio de Janeiro: Autografia, 2017. p. 77-112.

CARMO, T.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A.; KIOURANIS, N. M. M. Representações Sociais sobre “ser professor de química”: a formação inicial em foco. Debates em Educação, v. 10, n. 21, p. 329-355, Maio/Ago./2018. Disponível: http://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/4903. Acesso em: 10 Set. 2018.

CARVALHO, A. M. P.; GIL-PÉREZ, D. Formação de professores de ciências – Tendências e inovações. 10ª edição. São Paulo: Cortez, 2011.

CUNHA, A. C. Representação do “bom” professor: o “bom” professor em geral e o “bom” professor de educação física em particular. Educação em Revista, Marília, v. 11, n. 2, p. 41-52, 2010. Disponível em: http://www2.marilia.unesp.br/revistas/index.php/educacaoemrevista/article/view/2320. Acesso em: 09 out. 2018.

DOISE, W. Sistema e Metassistema. In: Almeida, OLIVEIRA, A. M.; SOUZA, M. F.; TRINDADE, Z. A. (Orgs.). Tradução: José Geraldo de Oliveira Almeida. Teoria das Representações Sociais: 50 anos. Brasília: Technopolitik, 2ª ed. Ebook/pdf, p.164-211, 2014. Disponível em: http://www.technopolitik.com.br/files/TRS%2050%20anos2aEdAbr17PDFsRp.pdf. Acesso em: 13 out. 2018.

FERREIRA, V. C. P.; SANTOS JÚNIOR, A. F.; AZEVEDO, R. C.; VALVERDE, G. A Representação Social do Trabalho: Uma contribuição para o estudo da Motivação. Estação Científica, v. 1, p. 1-13, 2005. Disponível em: http://victorparadela.com/Artigos/Artigo.RST.pdf. Acesso em: 02 out. 2018.

GALVÃO, C. B., MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. A relação entre as Representações Sociais de professores sobre Educação Ambiental e os projetos relacionados à Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente. REMEA - Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 33, n. 2, p. 124-141, 2016. Disponível em: https://periodicos.furg.br/remea/article/view/5641. Acesso em: 29 dez. 2017.

GARCÍA, C. M. Formação de Professores: Para uma prática educativa. Porto Editora: Porto, 1999.

GIL PÉREZ, D.; CARRASCOSA, J. A.; DUMAS-CARRÉ, A.; FURIÓ, C. M.; GALLEGO, R.; , GENÉ DUCH, A.; GONZÁLEZ, E.; GUISASOLA, J.; MARTÍNEZ-TORREGROSA, J.; CARVALHO, A. M. P.; SALINAS, J.; TRICÁRICO, H.; VALDÉS, P. ¿Puede hablarse de consenso constructivista en la educación científica? Enseñanza de las Ciencias, v. 17, n. 3, p. 503-512, 1999. Disponível em: file:///D:/Downloads/21612-21536-1-PB.pdf. Acesso em: 08 out. 2018.

JODELET, D.: Représentations sociales: un domaine en expansion. In: JODELET, D. (Org.). Les représentations sociales. Paris: PUF, 1989, p. 31-61. Tradução: Tarso Bonilha Mazzotti. Revisão Técnica: Alda Judith Alves-Mazzotti. UFRJ- Faculdade de Educação. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/324979211_Representacoes_sociais_Um_dominio_em_expansao. Acesso em: 10 out. 2018.

JODELET, D. Representação social: um domínio em expansão. In: JODELET, D. (Org.). Representações sociais. Rio de Janeiro: EdUERJ, 2001, p. 17-44.

MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Formação continuada em meio ambiente: transposição didática e representações sociais. 2011. 87f. Tese (Doutorado em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2011. Disponível em: http://nou-rau.uem.br/nou-rau/document/?code=vtls000184680. Acesso em: 12 out. 2018.

MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O; TOMANIK, E. A. Representações sociais e direcionamento para a educação ambiental na Reserva Biológica das Perobas, Paraná. Investigações em Ensino de Ciências, v. 17, n. 1, p. 227-248, 2012. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/214/148. Acesso em: 30 ago. 2018.

MARGUTTI, A. P. B.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O; ORTIZ, A. J. Representação Social do professor de Ciências na formação inicial de docentes portugueses. In: VI SERS e I SIERS, 2016, Salvador, Bahia, Brasil. Anais do VI Simpósio Estadual de Representações Sociais e Educação e I Simpósio Internacional de Educação, Representações Sociais e Subjetividade. Salvador: Universidade Estadual da Bahia, 2016.

MELO, É.; ACCIOLY, H. Um estudo da estrutura das representações sociais de ensino de ciências de licenciandos em física. Enseñanza de las Ciencias, n. Extra VIII, Congreso Internacional sobre Investigación enÝidáctica de las Ciencias, Barcelona, p. 1107-1112, 2009. Disponível em: http://ensciencias.uab.es/congreso09/numeroextra/art-1107-1112.pdfÐ. Acesso em: 09 out. 2018.

MIRANDA, C. L.; REZENDE, D. B.; LISBÔA, J. C. F. A licenciatura e a construção das Representações Sociais sobre ser Professor de Química. Investigações em Ensino de Ciências, v. 20, n.2, p. 01-11, 2015. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/40/18. Acesso em: 25 set. 2018.

MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social. Editado em inglês por Gerard Duveen; Traduzido do inglês por Pedrinho A. Guareschi. 11ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

NAIFF, D. G. M; NAIFF, L. A. M; SOUZA, M. A. As Representações Sociais de estudantes universitários a respeito das cotas para negros e pardos nas universidades públicas brasileiras. Estudos e Pesquisas em Psicologia, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 216-229, 2009. Disponível em: http://www.revispsi.uerj.br/v9n1/artigos/pdf/v9n1a17.pdf. Acesso em: 25 de set. 2018.

NÓVOA, A. Para una formación de profesores construída dentro de la profesión. Revista de Educación, p. 203-218, 2009a. Disponível em: http://www.revistaeducacion.mec.es/re350/re350_09.pdf. Acesso em: 03 out. 2018.

NÓVOA, A. Professores imagens do futuro presente. EDUCA: Lisboa, 2009b.

OLIVEIRA, A. L. Um estudo sobre a formação inicial e continuada de professores de ciências: o ensino por investigação na construção do profissional reflexivo. 2013. 231 f. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática - Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2013.

OLIVEIRA, D. C.; MARQUES, S. C.; GOMES, A. M. T.; TEIXEIRA, M. C. T. Análise das Evocações Livres: uma Técnica de Análise Estrutural das Representações Sociais. In: MOREIRA, A. S. P.; CAMARGO, B. V.; JESUINO, J. C.; NÓBREGA, S. M. Perspectiva Teórico- Metodológicas em Representações Sociais, João Pessoa, UFPB, 2005. p. 573-602.

ORTIZ, A. J.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Ser professor de Física: Representações Sociais de licenciandos no primeiro ano do curso. In: TRIANI, F.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O.; NOVIKOFF, C. Representações sociais e educação: contextos e perspectivas. Rio de Janeiro: Autografia, 2017. p. 181-209.

ORTIZ, A. J.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Representações Sociais e a formação de professores: Reflexões. In: MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. O. Representações Sociais, Formação de Professores e Educação. Rio de Janeiro (RJ): Bonecker, 2018. p. 27-45.

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido. (Org.). Saberes pedagógicos e atividade docente. São Paulo: Cortez Editora, 1999. p. 15-34.

ROCHA, A. G. Representações Sociais sobre novas tecnologias da informação e da comunicação: novos alunos, outros olhares. 314f. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Católica de Santos, Santos, 2009. Disponível em: http://biblioteca.unisantos.br:8181/bitstream/tede/155/1/Adauto%20da%20Rocha.pdf. Acesso em: 21 dez. 2018.

SÁ, C. P. Núcleo Central das Representações Sociais. Rio de Janeiro: Vozes, 1996a.

SÁ, C. P. Representações sociais: teoria e pesquisa do núcleo central. Temas em Psicologia, v.4, n.3, p. 19-33, 1996b. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X1996000300002. Acesso em: 30 jan. 2018.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17ª ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

TEIXEIRA, M. C. T. V.; BALÃO, S. M. S.; SETTEMBRE, F. M. Saliência de conteúdos de representação social sobre o envelhecimento: análise comparativa entre duas técnicas associativas. Revista Enfermagem UERJ, v. 16, n.4, p. 518-524, 2008. Disponível em: http://www.facenf.uerj.br/v16n4/v16n4a11.pdf. Acesso em: 02 out. 2018.

TOLENTINO, P. C. As referências da formação inicial na representação dos licenciandos em ciências biológicas da Universidade Estadual de Ponta Grossa. 2010. 177 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Ponta Grossa, 2010. Disponível em: http://tede2.uepg.br/jspui/handle/prefix/1309. Acesso em: 15 out. 2018.

TOMANIK, E. A.,TOMANIK, M. C. O Ambiente Conhecido: Estudo das Representações Sociais Sobre a Natureza Compartilhadas pelos Adolescentes de Porto Rico, Paraná. In: UEM. Nupélia/Peld. A planície de inundação do alto rio Paraná: Site 6, 2002. Maringá: Nupélia. Disponível em: http://www.peld.uem.br/Relat2000/apresent2000.htm. Acesso em: 25 set. 2018.

TASSONI, E. C. M. Afetividade e aprendizagem: a relação professor-aluno. Anuário 2000. GTPsicologia da educação, Anped, setembro, 2000. Disponível em: http://23reuniao.anped.org.br/textos/2019t.pdf. Acesso em: 30 jan. 2019.

WACHELKE, J. F. R.; CAMARGO, B. V. Representações Sociais, Representações Individuais e Comportamento. Revista Interamericana de Psicología/Interamerican Journal of Psychology, v. 41, n. 3, p. 379-390, 2007. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?pid=S0034-96902007000300013&script=sci_abstract. Acesso em: 15 fev. 2019.

WACHELKE, J.; WOLTER, R. Critérios de Construção e Relato da Análise Prototípica para Representações Sociais. Psicologia: Teoria e Pesquisa, n. 27, v. 4, p. 521-526, 2011. Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-37722011000400017. Acesso em: 26 set. 2018.

ZABALA, A. A prática educativa: como ensinar. Tradução: Ernani F. F. Rosa. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

23/12/2019

Como Citar

LEITE, J. de C.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. de O. Ser professor sob a ótica de licenciandos em Ciências Biológicas e as Representações Sociais que permeiam a formação inicial. Debates em Educação, [S. l.], v. 11, n. 25, p. 85–106, 2019. DOI: 10.28998/2175-6600.2019v11n25p85-106. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/7201. Acesso em: 12 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)