Educação, raça e classe: um estudo sobre o aprisionamento provisório na comarca de Arapiraca/AL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12n27p388-409

Palavras-chave:

raça, classe, educação, encarceramento

Resumo

Compreende-se melhor o elevado índice de encarceramento no Brasil a partir dos condicionamentos estruturais entre raça e classe. Nesse cruzamento estrutural, a variável educação desempenha um papel decisivo, vez que constitui um elemento relevante para a incorporação de saberes formais e competências intelectuais que estão diretamente vinculadas aos critérios profissionais de empregabilidade, obtenção de renda, ingresso no mercado de trabalho e inserção na ordem social competitiva. Este trabalho objetivou compreender a partir de levantamento e análise do perfil dos acusados de furto, roubo e estelionato de processos judiciais em curso na 5ª vara criminal de Arapiraca/AL, a materialização desses elementos no sistema punitivo brasileiro não apenas para confirmar os dados já produzidos acerca do encarceramento em massa, mas para alargar, a partir de uma análise inter-relacional, a compreensão de determinações que atravessam e constituem as trajetórias de alguns indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Débora Nunes de Sousa Lima, Universidade de Brasília (UnB)

Doutoranda em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade de Brasília (UnB). Mestra em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas (UFAL). Advogada. Possui experiência em Sociologia, com ênfase em Sociologia Jurídica e Criminalidade. Tem pesquisado principalmente os seguintes temas: Sistema de Justiça Criminal, Prisões, Desigualdade Social e Relações Raciais. Possui também experiência em Direito, com ênfase em Criminologia e Execução Penal.

Anabelle Santos Lages, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Possui graduação em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (2005), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2010) e doutorado em Sociologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2014). Atualmente é professora visitante do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Alagoas. Tem experiência em pesquisas sobre o Sistema de Justiça brasileiro, sobretudo aquelas que envolvem reivindicações relativas à busca por Justiça Ambiental. Também tem orientado pesquisas que procuram entender a atuação do Sistema de Justiça quando do recebimento de demandas relativas ao reconhecimento de novos atores sociais pelo campo jurídico, questões de gênero, encarceramento de jovens negros de periferia e direitos humanos.

Referências

AMANCIO, T. e BASTOS, P. Arapiraca, em Alagoas, lidera ranking de saldo positivo de vagas de emprego. Folha de São Paulo, São Paulo, 21 de fevereiro de 2016. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/02/1741524-arapiraca-em-alagoas-lidera-ranking-de-saldo-positivo-de-vagas-de-emprego.shtml. Acesso em: 15 maio 2019.

CARVALHAES, F. e RIBEIRO, C. Estratificação horizontal da educação superior no Brasil: Desigualdades de classe, gênero e raça em um contexto de expansão educacional. Tempo social. Vol.31 n.1 São Paulo: janeiro/abril, 2019. Disponível: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702019000100195. Acesso em: 21 maio 2019.

Departamento Penitenciário Nacional – Ministério da Justiça. Levantamento Nacional de informações penitenciárias. Brasília: INFOPEN, 2014. Disponível em: http://www.justica.gov.br/noticias/mj-divulgara-novo-relatorio-do-infopen-nesta-terca-feira/relatorio-depen-versao-web.pdf. Acesso em: 03 abril 2019.

Departamento Penitenciário Nacional – Ministério da Justiça. Levantamento Nacional de informações penitenciárias. Brasília: INFOPEN, 2017. Disponível em: http://www.justica.gov.br/news/ha-726-712-pessoas-presas-no-brasil/relatorio_2016_junho.pdf. Acesso em: 03 abril 2019.

NORBERT, Elias. A sociedade de corte: investigação sobre a sociologia da realeza e da aristocracia de corte. Tradução de Pedro Süssekind. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2001.

FERNANDES, Florestan. A integração do negro na sociedade de classes (Vol. 1). São Paulo: Globo Livros, 2014.

GAZETAWEB e Agência Alagoas. Call center vai gerar cerca de 1600 empregos em Arapiraca. GAZETAWEB, Maceió, 12 de outubro de 2014. Disponível em: http://gazetaweb.globo.com/portal/noticia-old.php?c=379937&e=6. Acesso em: 05 abril 2019.

Governo de Alagoas. Alagoas em Dados e Informações. Maceió: 2017. Disponível em: http://dados.al.gov.br/. Acesso em: 28 março 2019.

HASENBALG, C. Discriminação e desigualdades raciais no Brasil. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

HASENBALG, C.; SILVA, Nelson. Estrutura social, mobilidade e raça. Rio de Janeiro: Vértice, 1988.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Censo Demográfico. Rio de Janeiro: IBGE, 2010. Disponível em: https://censo2010.ibge.gov.br/. Acesso em: 23 abril 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD): síntese de indicadores. Rio de Janeiro: IBGE, 2014. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv94935.pdf. Acesso em: 23 abril 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). IBGE Cidades. Rio de Janeiro: IBGE, 2017. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br. Acesso em: 23 abril 2019.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira: 2018. Rio de Janeiro: IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais, 2018. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv101629.pdf. Acesso em: 23 abril 2019.

CERQUEIRA, Daniel et all (Org.). Atlas da violência no Brasil. Brasília: IPEA e FBSP, 2016. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/arquivos/downloads/5531-8031-160322nt17atlasdaviolencia2016finalizado.pdf. Acesso em: 05 abril 2019.

MILLS, C. W. A nova classe média (White colar). Tradução de Vera Borda. Rio de Janeiro, 1969, do original norteamericano White Collar, The American Middle Classes, Oxford University Press, 1951.

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Relatório do Desenvolvimento Humano de 2014. Disponível em: http://hdr.undp.org/sites/default/files/hdr2014_pt_web.pdf. Acesso em: 03 abril 2019.

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Secretaria-Geral da Presidência da República e Secretaria Nacional de Juventude. Mapa do encarceramento: os jovens do Brasil. Brasília: Presidência da República, 2015. Disponível em: http://www.pnud.org.br/arquivos/encarceramento_WEB.pdf. Acesso em: 03 abril 2019.

POCHMANN, Márcio (Org.). Atlas da exclusão social no Brasil, Vol 2. A dimensão da exclusão social na primeira década do século XXI. São Paulo: Cortez, 2015.

POCHMANN, Márcio (Org.). Atlas da exclusão social no Brasil: 10 anos depois. São Paulo: Editora Cortez, 2010.

Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (SERIS). Mapa de Informações Penitenciárias. Maceió: SERIS, 2017. Disponível em: http://www.seris.al.gov.br/. Acesso em: 03 abril 2019.

Ministério da Saúde. Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM)/Datasus. Brasília: 2013.

SOUZA, Jessé. A ralé brasileira. Quem é e como vive. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2009.

TENÓRIO, Douglas Apratto. O mundo do açúcar em Alagoas. In: Caminhos do açúcar: engenhos e casas-grandes das Alagoas. DANTAS, Cármen Lúcia; TENÓRIO, Douglas Apratto. 2 ed. Maceió: Sebrae, 2010.

WACQUANT, Loic. As Prisões da Miséria. Tradução de André Telles. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

Downloads

Publicado

2020-06-22

Como Citar

NUNES DE SOUSA LIMA, Débora; LAGES, Anabelle Santos. Educação, raça e classe: um estudo sobre o aprisionamento provisório na comarca de Arapiraca/AL. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. 27, p. 388–409, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12n27p388-409. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/8146. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.