Práticas curriculares-avaliativas: relações de interdependências no processo de significação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12nEspp431-451

Palavras-chave:

Currículo, Práticas curriculares e avaliativas, Cotidiano escolar

Resumo

Este trabalho é fruto das investigações tecidas pela Rede de pesquisa
CAFTe (Currículo, Avaliação, Formação e Tecnologias educativas),
tendo por principal objetivo analisar as práticas curriculares e avaliativas
mais usadas por professores do Ensino Fundamental. Para tanto, em
nosso percurso teórico-metodológico, através da aplicação de
questionários, nos aproximamos da Teoria do Discurso (LACLAU;
MOUFFE, 1987) para compreensão da produção discursiva que baliza
os sentidos curriculares e avaliativos aqui inscritos. Na análise dos
dados evidenciamos que os docentes no uso de sua autonomia podem
assumir papéis de decisão curricular-avaliativa, sinalizando para
ressignificação do currículo enquanto documento vivo, espaço de
conflito e de mudança.

Biografia do Autor

Lucinalva Andrade Ataide de Almeida, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Lucinalva Andrade Ataíde de Almeida concluiu o doutorado em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 2008, tendo também realizado doutorado sanduíche pela Universidade do Porto. Atualmente é Professora Associada II do Centro Acadêmico do Agreste da Universidade Federal de Pernambuco, onde atua no curso de graduação em Pedagogia e no Programa de Pós-Graduação em Educação Contemporânea (PPGEduc). Seus focos de estudo estão centrados na área de Educação, com ênfase em Políticas e Práticas Curriculares, atuando principalmente nos seguintes temas: Currículo; Políticas Curriculares; Práticas Curriculares; Práticas de Avaliação; Formação de Professores e Cotidiano Escolar.

Maria Julia Carvalho de Melo, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Pernambuco (2011). Mestre em Educação Contemporânea (2014) pela Universidade Federal de Pernambuco - Centro Acadêmico do Agreste, vinculada à linha de pesquisa intitulada Formação de Professores e Processos de Ensino Aprendizagem. Membro do Grupo de Pesquisa Discursos e Práticas Educacionais, vinculado à Universidade Federal de Pernambuco - UFPE / CAA, membro do Grupo de Pesquisa Formação de Professor e Profissionalização Docente, vinculado à Universidade Federal de Pernambuco - UFPE / Campus Recife, membro do Grupo de Pesquisa CAFTe (Currículo, Avaliação, Formação e Tecnologias educativas), vinculado à Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto - FPCEUP. Doutora em Educação (2019) pela Universidade Federal de Pernambuco, vinculada à linha de pesquisa Formação de Professores e Prática Pedagógica, tendo realizado doutorado sanduíche na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, em Portugal, sob orientação da professora Carlinda Leite. 

Crislainy de Lira Gonçalves, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Doutoranda na Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) / Centro de Educação (CE), na linha de pesquisa Formação de Professores e Prática Pedagógica, onde desenvolve um projeto de tese sobre: Os movimentos de influências do currículo pensado-vivido do curso de pedagogia nas práticas avaliativas de estudantes-professores, sob financiamento da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE). Atualmente é integrante do Grupo de Pesquisa Discursos e Práticas Educacionais, concentrado na área das Ciências Humanas/Educação. É Mestre em Educação Contemporânea pelo Programa de Pós Graduação em Educação Contemporânea - Universidade Federal de Pernambuco (UFPE ) - Centro Acadêmico do Agreste (CAA).

Priscila Maria Vieira dos Santos Magalhães, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

outoranda no Programa de Pós-graduação em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) / Centro de Educação (CE), na linha de pesquisa Formação de Professores e Prática Pedagógica, onde desenvolve um projeto de tese sobre: Redes de Políticas-Práticas de Avaliação-Formação (re)inventadas pelos pensantes-praticantes da escola nos cotidianos escolares, sob financiamento da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (FACEPE). Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Contemporânea pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE ) - Centro Acadêmico do Agreste (CAA). É integrante do Grupo de Pesquisa Discursos e Práticas Educacionais.

Downloads

Publicado

10/12/2020

Como Citar

ALMEIDA, L. A. A. de; MELO, M. J. C. de; GONÇALVES, C. de L.; MAGALHÃES, P. M. V. dos S. Práticas curriculares-avaliativas: relações de interdependências no processo de significação. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. Esp, p. 431–451, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12nEspp431-451. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/9936. Acesso em: 19 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê "Políticas, concepções e práticas de currículo, formação e avaliação"