Currículo pós-colonial e práticas docentes descoloniais: caminhos possíveis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2020v12nEspp387-407

Palavras-chave:

Currículo Pós-Colonial. Práticas Docentes Descoloniais. Professores/as/decisores/as curriculares.

Resumo

O presente texto trata sobre práticas docentes descoloniais através do currículo pós-colonial. Pressupomos que os currículos escolares ainda permanecem predominantemente sob os ditames coloniais e que as práticas docentes são espaço-tempo da diferença colonial tensionadas por movimentos de colonização e de descolonização. Utilizamos a pesquisa bibliográfica e a análise de conteúdo para apresentarmos elementos do currículo pós-colonial e das práticas docentes descoloniais. Concluímos que práticas docentes descoloniais são possíveis através de dois movimentos, a saber: desvendar as heranças coloniais nos currículos e construir práticas outras que rompam com o cânone eurocêntrico, valorizando os conhecimentos dos sujeitos que historicamente foram silenciados e negados pelo referido cânone.

Biografia do Autor

Aline Renata dos Santos, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Pedagoga (2014) pela Universidade Federal de Pernambuco/Centro Acadêmico do Agreste - UFPE/CAA. Mestra (2017) em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE. Faz Parte do Grupo de Estudos Pós-Coloniais Latino-Americanos, Teoria da Complexidade e Educação coordenado pelo Prof. Dr. Janssen Felipe da Silva PPGEdu/PPGEDUC-UFPE/CAA. Membro do Núcleo de Pesquisa, Extensão e Formação em Educação do Campo (Nupefec) do CAA.  

Janssen Felipe da Silva, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)

Pedagogo pela Faculdade de Filosofia do Recife (1995), Mestre (2001) e Doutor (2007) em Educação pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Professor Associado II do Centro Acadêmico do Agreste (CAA) da UFPE nos Cursos de licenciatura em Pedagogia e Licenciatura Intercultural Indígena. Professor Permanente dos Programas de Pós-graduação em Educação do Centro de Educação (CE) e do Programa de Pós-graduação em Educação Contemporânea do CAA.  Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores/as Negros/as (ABPN). Membro da Associação Latino Americana de Sociologia (2018 a 2019). Membro do Núcleo de Pesquisa, Extensão e Formação em Educação do Campo (Nupefec) do CAA. Pesquisador dos Grupos de Pesquisa: a) Ensino-Aprendizagem e Processos Educativos; b) Laboratório de Estudos Antropológicos (vice líder); c) Formação de Professor e Profissionalização Docente do CE-UFPE. Coordena o Grupo de Estudo Pós-Coloniais e Teoria da Complexidade em Educação. Editor Chefe da Revista Interritórios da UFPE (https://periodicos.ufpe.br/revistas/interritorios/index).

Downloads

Publicado

10/12/2020

Como Citar

SANTOS, A. R. dos; SILVA, J. F. da. Currículo pós-colonial e práticas docentes descoloniais: caminhos possíveis. Debates em Educação, [S. l.], v. 12, n. Esp, p. 387–407, 2020. DOI: 10.28998/2175-6600.2020v12nEspp387-407. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/9630. Acesso em: 29 nov. 2021.

Edição

Seção

Dossiê "Políticas, concepções e práticas de currículo, formação e avaliação"