DA FALA PARA A ESCRITA: O DESENVOLVIMENTO LINGUÍSTICO NA ESCRITA

Autores

  • Debra Myhill Universidade de Exeter

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2013v5n10p226

Palavras-chave:

Escrita, Estrutura oral, Estrutura escrita.

Resumo

As pesquisas realizadas anteriormente sobre o desenvolvimento linguístico na escrita priorizavam seu desenvolvimento inicial e as interações entre fala-escrita na primeira fase de aquisição. Este estudo explorou o desenvolvimento linguístico em escreventes mais velhos, do segundo ciclo do ensino fundamental. Este estudo com duração de dois anos contém dois objetivos: investigar as construções linguísticas na escrita de estudantes secundários e explorar o entendimento deles sobre seus próprios processos de escrita. Os dados reportados nesta pesquisa foram colhidos no primeiro ano de coleta e correspondem a duas peças de escrita: uma narrativa e uma argumentativa, escritas por alunos do 8º ano (com idades entre 12-13 anos) e do 10º ano (com idades entre 14-15 anos). Essa amostra foi dividida de acordo com a idade, o gênero e a qualidade da escrita. A análise linguística mostra que o padrão de desenvolvimento linguístico daqueles que recebem influências das características do discurso oral são mais presentes nas escritas mais fracas do que daqueles que apresentam uma boa escrita. As pesquisas cognitivas que se dedicam a investigar a tradução do pensamento ao texto precisam considerar mais explicitamente o fato de que a boa escrita requer não apenas a produção de texto, mas também a sua formatação. Além disso, é bem entendido que aprender a ser um escritor baseia-se no “conhecimento da fala”. Este estudo deixa claro que o elemento chave do aprendizado da escrita com bons resultados é, ao menos em parte, não escrever da mesma forma como se fala, ou melhor, adquirir a habilidade de transformar estruturas orais em estruturas escritas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-01-25

Como Citar

MYHILL, Debra. DA FALA PARA A ESCRITA: O DESENVOLVIMENTO LINGUÍSTICO NA ESCRITA. Debates em Educação, [S. l.], v. 5, n. 10, p. 226, 2014. DOI: 10.28998/2175-6600.2013v5n10p226. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/1143. Acesso em: 24 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.