Docência em tempos de pandemia: saberes e ensino remoto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2021v13n31p992-1016

Palavras-chave:

Docência, Saberes, Ensino remoto, COVID-19

Resumo

A situação de pandemia que atingiu também o Brasil desencadeou uma série de mudanças na sociedade contemporânea, dentre elas, substanciais alterações no mundo do trabalho, assim como na educação. Com isso, as instituições de ensino foram esvaziadas e fechadas, e uma das alternativas para solucionar a interrupção das atividades presenciais, seja na Educação Básica ou no Ensino Superior, foi o que vem sendo denominado de ensino remoto. Isso posto, trata-se de uma pesquisa qualitativa e exploratória, realizada com base em informações de livros, artigos publicados em periódicos, documentos oficiais e notícias jornalísticas, e com a aplicação de questionário para três professores do ensino superior de uma instituição superior baiana. Teve como objetivo refletir sobre saberes necessários à docência frente à adoção desse ensino remoto. Entendemos que o exercício da profissão docente neste contexto demanda conhecimentos e saberes para desenvolver as atividades com as Tecnologias da Informação e Comunicação, ou seja, necessita de formação continuada e recursos tecnológicos. Desse modo, consideramos necessário um olhar atento para os professores que têm vivenciado a dificuldade de trabalhar remotamente, com uma nova rotina em casa, tendo a necessidade de construir outros saberes profissionais, demandados pelo contexto pandêmico.

Biografia do Autor

Lilian Moreira Cruz, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Doutoranda em Educação pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Mestra em Educação em Ciências e Matemática pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), Pedagoga (UESB). Professora assistente da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Infantil/UESC.

Lívia Andrade Coelho, Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC

Doutora em Educação (UFBA), Professora Titular da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)- Brasil. Docente do Programa de Pós-Graduação da UESC. Centro de Estudos, Pesquisa e Extensão em Ciências Humanas (UESC), Grupo de Estudo e Pesquisa em Comunicação e Educação (UESC), Grupo de pesquisa Educação, Redes Sociotécnicas e Culturas Digitais (UFBA).

Lúcia Gracia Ferreira, Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - UESB Universidade Federal do Recôncavo Baiano - UFRB

Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Pós-doutorado pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB). Professora da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia-Itapetinga (UESB). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Bahia; Grupo de Pesquisa e Estudos Pedagógicos/UESB e Docência, Currículo e Formação/UFRB.

Downloads

Publicado

26/06/2021

Como Citar

CRUZ, L. M.; COELHO, L. A.; FERREIRA, L. G. Docência em tempos de pandemia: saberes e ensino remoto. Debates em Educação, [S. l.], v. 13, n. 31, p. 992–1016, 2021. DOI: 10.28998/2175-6600.2021v13n31p992-1016. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/11798. Acesso em: 23 set. 2021.

Edição

Seção

Dossiê "Múltiplas Perspectivas e Experiências no Ensino Remoto"