Escola dos sonhos: percepções dos alunos do 9° ano da rede pública e privada

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2019v11n25p22-35

Palavras-chave:

Escola. Contemporaneidade. World Café.

Resumo

Este artigo propõe-se a investigar a percepção que os alunos do 9° ano do ensino fundamental de uma escola pública e privada de um município do Rio Grande do Sul têm sobre a Escola ideal, a partir da estratégia de ensino World Café. A estratégia foi desenvolvida para as duas turmas do 9° ano em conjunto no mesmo dia, horário e local. Percebeu-se que os alunos assumiram um papel mais ativo, foram estimulados e motivados a pensarem sobre a Escola, sobre os seus descontentamentos e a Escola ideal. Pode-se inferir que a atividade realizada foi produtiva, os alunos valorizaram o trabalho em grupo, compartilharam seus pensamentos e se sentiram corresponsáveis pelo debate proporcionado pelas duas redes de ensino.

 

Biografia do Autor

Patricia da Graça Rocha Franzoni, Universidade Federal do Rio Grande (FURG)

Discente no Programa de Pós-Graduação - Doutorado em Ensino (UNIVATES), Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal em Nível Superior (CAPES), Mestra em Economia (UFPB/ João Pessoa) e Professora Adjunta Nível III (Economia/FURG).

Marli Teresinha Quartieri, Universidade do Vale do Taquari (UNIVATES)

Doutora em Educação (UNISINOS), Professora da Graduação e Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado em Ensino e Ensino de Ciências Exatas – UNIVATES), Bolsista de Produtividade de Pesquisa (CNPq – Nível 2).

Referências

ARAÚJO, C. H.; LUZIO, N. Avaliação da Educação Básica: em busca da qualidade e equidade no Brasil. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2005.

BECKER, F. Modelos Pedagógicos e Modelos Epistemológicos. Porto Alegre: Paixão de Aprender, n.5, p. 18-23, 1993.

BROWN, J.; ISAACS, D. The World Café: AwakeningCollectiveIntelligenceandCommittedAction. In: TORVEY, M. CollectiveIntelligence: Creating a Prosperous World at Peace.Virginia: Earth Intelligence Network, 2008, p. 47-54.

DUBET, F. Quando o sociólogo quer saber o que é ser professor: entrevista com François Dubet. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 5, p. 222-31, 1997.

CHERVEL, A. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Revista Teoria e Educação, n. 2, p. 177-229, 1990.

FREIBERGER, R. M.; BERBEL, N. A. N. A importância da pesquisa como princípio educativo na atuação pedagógica de professores de educação infantil e ensino fundamental. Cadernos de Educação, v. 37, p. 207-245, 2010.

FREIRE, P. Educação como prática da liberdade. São Paulo: Paz e Terra, 1980.

GIL, A. C. O que é didática no ensino superior. São Paulo: Atlas, 2012.

MACHADO, M. P. M.; PASSOS, M. F. D. O uso do world café como método de pesquisa junto às equipes de saúde. Atas 6 Congresso Ibero-Americano de Investigação Qualitativa. Salamanca, Espanha, v. 2, p. 835-840, 2017. Disponível em: <http://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2017/article/viewFile/1280/1240>. Acesso em: 07/08/2018.

MASETTO, M. T. Competência pedagógica do professor universitário. São Paulo: Summus, 2003.

MASSCHLEIN, J.; SIMONS, M. Em defesa da escola. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2014.

NÓVOA, A. Para uma formação de professores construída dentro da profissão. In: Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.

PEREIRA, B. P.; LOPES, R. E. Por que ir à escola? Os sentidos atribuídos pelos jovens do ensino médio. Revista Educação & Realidade, v. 41, n.1, p.193-216, 2016.

SANTOS, W. L. P. dos. Educação científica na perspectiva de letramento como prática social: funções, princípios e desafios. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro,v. 12, n. 36, 2007.

SCHWERTNER, S. F. e CONRAD, J. M. Um click na escola: olhares e discursos de jovens estudantes sobre a instituição escolar contemporânea. Revista Caderno Pedagógico, Lajeado, v. 13, n. 2, p. 28-46, 2016.

TADÊUS, P. A. e CUNHA, N. A. F. Ética na educação. Revista Triângulo: Ensino, Pesquisa e Extensão,Minas Gerais, v. 2, n. 2, p. 139-152, 2009.

ULHÔA, E.; ARAÚJO, M. M.; ARAÚJO, V. N.; MOURA, D. G. A formação do aluno pesquisador. In: I Seminário Nacional de Educação Profissional e Tecnológica, Minas Gerais. Anais... Minas Gerais, CEFET, 2008.

WERNER, D.; BOWER, B. Aprendendo e ensinando a cuidar da saúde. 3. ed. São Paulo: Paulinas, l984.

Downloads

Publicado

23/12/2019

Como Citar

FRANZONI, P. da G. R.; QUARTIERI, M. T. Escola dos sonhos: percepções dos alunos do 9° ano da rede pública e privada. Debates em Educação, [S. l.], v. 11, n. 25, p. 22–35, 2019. DOI: 10.28998/2175-6600.2019v11n25p22-35. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/6102. Acesso em: 25 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)