O AGIR POR MEIO DA LINGUAGEM: GÊNERO MEMÓRIAS LITERÁRIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2017v9n18p28

Palavras-chave:

Gêneros do discurso, Interacionismo Sociodiscursivo, Representações Sociais

Resumo

O texto discute produções textuais do gênero Memórias Literárias de alunos/autores e finalistas da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro – 2014. Objetivou-se analisar a linguagem expressa em uma situação de comunicação real, identificar como esses autores descrevem e estão sendo orientados a discutir o lugar em que vivem, incluindo também a sua própria experiência. Por meio de referencial teórico postulado pela Teoria das Representações Sociais e do Interacionismo Sociodiscursivo, o estudo permitiu analisar a voz do sujeito (aluno), suas relações interpessoais/marcas de convivência (relação eu /outro / mundo / nós / família / comunidade) no texto, considerando conjuntamente os processos para chegar à produção textual. O software ALCESTE apoiou a análise dos textos que partiu de um corpus composto por 38 produções textuais (autorais) escritas em interações sociais do gênero Memórias Literárias. Os resultados  permitiram observar que ao escrever o seu texto, o aluno/autor traz elementos do passado do outro, valorização dos sentimentos da época e descrição do tempo para falar do lugar onde vive. Esse passado do outro, produzido a partir da mediação do professor, revela a priorização do texto do sujeito/autor para descrever o lugar em que vive (agir e representar) por meio de uso do gênero textual Memórias Literárias.

Biografia do Autor

Angela Maria Baltieri Souza, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP)

Mestranda em Educação – Psicologia da Educação – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP). Graduação em Letras – Faculdades Integradas de Guarulhos (FIG). Professora da Rede Estadual de Ensino (SEE/SP) e integrante da Equipe Curricular de Língua Portuguesa – Coordenadoria de Gestão da Educação Básica (CGEB) antiga CENP. Participa do grupo de pesquisa (NEARS).

Clarilza Prado de Sousa, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP)

Doutora em Educação - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Pós-Doutorado na École des Hautes Etudes en Sciences Sociales e na Faculty of Education da Havard University. Graduação em Psicologia (PUC/SP).

Mestrado em Educação (Psicologia da Educação) (PUC/SP). Professora titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e professora permanente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Educação e do Programa de Mestrado Profissional Formação de Formadores. Pesquisadora sênior da Fundação Carlos Chagas e consultora do Centro Internacional de Estudos em Representações Sociais e Subjetividade - Educação (CIERS-ed) da Fundação Carlos Chagas.

Downloads

Publicado

30/08/2017

Como Citar

SOUZA, A. M. B.; SOUSA, C. P. de. O AGIR POR MEIO DA LINGUAGEM: GÊNERO MEMÓRIAS LITERÁRIAS. Debates em Educação, [S. l.], v. 9, n. 18, p. 28, 2017. DOI: 10.28998/2175-6600.2017v9n18p28. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/3379. Acesso em: 23 fev. 2024.

Edição

Seção

Dossiê "A interface educação e linguagem: pesquisas em leitura, escrita e variação linguística"