A FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O CURSO DE PEDAGOGIA

Autores

  • Inalda Maria dos Santos UFAL

DOI:

https://doi.org/10.28998/2175-6600.2013v5n9p67

Palavras-chave:

Formação de professores, curso de Pedagogia, docência.

Resumo

Este texto tem como propósito discorrer sobre a questão da Formação de Professores e o Curso de Pedagogia como espaço de contribuição para a formação/qualificação dos docentes que atuam na educação brasileira, de modo particular, considerando as especificidades da escola pública. Neste sentido, partimos do pressuposto de que os dispositivos legais e as políticas públicas direcionadas para a formação de professores constituem um primeiro instrumento para a efetivação do trabalho docente, embora reconheçamos que há muito ainda o que fazer para a conquista de melhores condições de trabalho e de valorização dos professores. No entanto, ações foram efetivadas com intenção de valorizar o docente e o cotidiano da sala de aula. Dentre essas ações destacamos a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº. 9.394/96) e a aprovação do Piso Salarial Profissional Nacional para os profissionais do magistério público da educação básica (Lei nº 11.738/2008), que podem contribuir para rever/repensar as condições do trabalho docente. Ademais, é preciso repensar a Formação do Pedagogo e as condições de trabalho, no sentido de que este profissional possa atuar na dimensão da escola/educação includente que contemple a diversidade de culturas e dos sujeitos inseridos na sociedade.

Downloads

Publicado

23/06/2013

Como Citar

SANTOS, I. M. dos. A FORMAÇÃO DE PROFESSORES E O CURSO DE PEDAGOGIA. Debates em Educação, [S. l.], v. 5, n. 9, p. 67, 2013. DOI: 10.28998/2175-6600.2013v5n9p67. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/debateseducacao/article/view/967. Acesso em: 18 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>